Homens armados sequestraram neste domingo (25) o secretário de Estado de Relações Exteriores do governo internacionalmente reconhecido da Líbia, dirigido por Abdelah al Zeni, informaram à Agência Efe fontes da polícia da cidade de Benghazi.

Segundo as fontes, homens com uniformes policiais apanharam Hassan al Saghir, ex-embaixador ugandense na Líbia, quando ele estava em um hotel da cidade oriental de Al Baida, a 1.220 quilômetros ao leste de Trípoli.

Os atos de sequestro e assassinato são frequentes na Líbia, especialmente nas cidades orientais do país, desde o fim de 2011, quando uma intervenção da Otan facilitou que os rebeldes derrubassem o regime ditatorial do coronel Muammar Kadafi.

Desde então, diferentes milícias lutam pelo poder e o controle dos recursos naturais no meio de um estado fracassado no qual existem dois Parlamentos, um internacionalmente reconhecido, em Toubruk, e outro rebelde, em Trípoli.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]