Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
A sede do Senado do Canadá, em Ottawa.  O Parlamento canadense aprovou legislação que proíbe terapias de “conversão sexual”
A sede do Senado do Canadá, em Ottawa. O Parlamento canadense aprovou legislação que proíbe terapias de “conversão sexual”| Foto: BigStock

Milhares de religiosos cristãos dedicaram o seu sermão no domingo (16) para fazer um alerta sobre uma nova legislação que proíbe a "terapia de conversão sexual" no Canadá.

A lei canadense entrou em vigor no dia 8 de janeiro, após ter sido aprovada por unanimidade nas duas casas do Parlamento do país em dezembro. A legislação proíbe sujeitar uma pessoa de qualquer idade, com ou sem o seu consentimento, ao tratamento que alega mudar a orientação sexual do indivíduo.

A legislação torna crime "oferecer, promover ou anunciar terapia de conversão", informou o Senado do Canadá em dezembro. Também passa a ser crime lucrar com o fornecimento do tratamento. Além disso, fica proibido levar uma criança a outro país "com a intenção de submeter a criança à terapia de conversão fora do Canadá".

Uma iniciativa da organização Liberty Coalition Canada e divulgada por um pastor nos Estados Unidos teve o apoio de mais de 4 mil pastores cristãos nos dois países, que protestaram o escopo da lei canadense em suas congregações no domingo, de acordo com a Fox News.

A organização critica a legislação por descrever como "mito" a crença de que a heterossexualidade e a identidade cisgênero (mesmo gênero designado no nascimento) são preferíveis.

Para os religiosos, a linguagem usada pela legislação é muito abrangente e poderia incluir conversas privadas. Pastores disseram à Fox News que acreditam que o escopo da nova lei poderia abrir caminho para perseguição religiosa.

O Brasil foi o primeiro país da ONU a proibir a terapia de conversão, também chamada de "cura gay". Em 1999, o Conselho Federal de Psicologia (CFP) estabeleceu que seus profissionais não poderiam oferecer tratamentos para reversão da homossexualidade.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]