Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
A lama contaminada com metais pesados que invadiu quintais: queimaduras
ao tocar a pele | Jozsef Toth/AFP
A lama contaminada com metais pesados que invadiu quintais: queimaduras ao tocar a pele| Foto: Jozsef Toth/AFP
  • Veja o mapa da região

Budapeste - O governo da Hungria decretou estado de emergência em três condados após o vazamento de lama tóxica de uma fábrica de alumínio ter inundado diversas cidades.

Ao menos quatro pessoas morreram e 120 se feriram com o rompimento de um reservatório da fábrica Timfoldgyar, em Ajka, 160 km a sudoeste de Buda­­peste.

As causas ainda são desconhecidas, mas o premier Viktor Orban disse que o acidente pode ter sido causado por erro humano. Ele também afirmou que não há ameaça de radiação na área afetada pela inundação de lama vermelha tóxica.

O ministro do Meio Ambiente, Zoltan Illes, classificou o acidente de "catástrofe ecológica" e disse que a lama pode atingir os rios Raba e Danúbio. O ministro suspendeu as atividades na fábrica e ordenou que o reservatório seja reparado. A lama vermelha, lixo industrial resultado do refino de bauxita, tem metais pesados e é tóxica se ingerida.

Muitos dos feridos tiveram queimaduras.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]