i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
tensão na Venezuela

Líder de oposição venezuelano é preso mais uma vez

No Twitter, a esposa de Daniel Ceballos, Patricia Gutierrez, divulgou um vídeo do momento em que o ex-prefeito de San Cristóbal foi levado por agentes do governo

    • Estadão Conteúdo Web
    • 27/08/2016 18:59
    Daniel Ceballos teria sido levado de casa por agentes do governo, de madrugada. | Christian Veron/Reuters/Arquivo
    Daniel Ceballos teria sido levado de casa por agentes do governo, de madrugada.| Foto: Christian Veron/Reuters/Arquivo

    Um dos líderes da oposição venezuelana, Daniel Ceballos, foi mais uma vez preso neste sábado (27) após agentes da inteligência do país terem entrado em sua casa antes do amanhecer, em um movimento classificado pelo governo como necessário para prevenir atos de violência, mas que causou revolta na oposição e chamou a atenção de grupos de direitos humanos.

    Segundo a esposa de Ceballos, Patricia Gutierrez, os agentes chegaram por volta das 3h da manhã (horário local), sem aviso prévio, e levaram o seu marido em uma ambulância, dizendo que ele passaria por exames médicos. Em vez disso, transportaram Ceballos para uma prisão em Guarico, a mesma onde ele ficou detido até agosto de 2015, quando recebeu o direito de ficar em prisão domiciliar, em razão de problemas renais.

    Antes da prisão, a oposição vinha prometendo um protesto em massa na próxima quinta-feira (1°) para exigir que as autoridades permitam um plebiscito. Um sucesso do “sim” interromperia o mandato do presidente e Nicolás Maduro e desencadearia novas eleições. O governo disse que Ceballos estava planejando fugir antes dos protestos e realizar atos violentos.

    “As evidências compiladas nos permitem continuar a avançar nas necessárias investigações para prevenir, detectar e neutralizar qualquer ato que tenha como objetivo desestabilizar nosso sistema democrático”, disse o Ministério do Interior em um declaração.

    Gutierrez publicou um vídeo de telefone celular em que Ceballos e sua filha podiam ser ouvidos trocando gritos de “Eu te amo”, enquanto uma ambulância é visto estacionada em frente ao prédio.

    “Esta é a forma como a minha filha Victoria disse adeus a seu pai”, disse Gutierrez no Twitter. “A ditadura não vai destruir minha família. Liberdade virá em breve”.

    A transferência alarmou opositores do governo e grupos de direitos humanos. “Autoridades na Venezuela parecem estar dispostas a parar em nada na sua

    busca para impedir que alguém faça críticas ao governo, principalmente em um momento em que a política e a situação humanitária no país continua, a deteriorar-se”, disse Erika Guevara-Rosas, diretora para as Américas no grupo de direitos Anistia Internacional.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.