i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
voo mh370

Malásia volta atrás sobre hora em que sistema de comunicação foi desligado

  • PorFolhapress
  • 17/03/2014 17:39

Autoridades da Malásia voltaram atrás nesta segunda-feira (17) sobre a informação de que o sistema de comunicação conhecido como Acars (sigla em inglês) do Boeing-777, desaparecido desde sábado (8, sexta-feira no Brasil), foi desligado antes do último contato da aeronave.

Hishammuddin Hussein, ministro da Defesa e ministro interino do Transporte da Malásia, havia dito que o Acars parou de enviar sinais à 01h07 (horário local), enquanto o último contato feito pelo copiloto dizendo que estava "tudo bem" foi à 1h19.

No entanto, Ahmad Jauhari Yahya, chefe executivo da Malaysia Airlines, disse nesta segunda que o Acars deveria ter enviado um sinal à 1h37, o que não foi feito. Assim, o equipamento pode ter sido desativado em qualquer momento dessa meia hora.

Dois minutos após o último contato do copiloto, o transponder, outro sistema que informa sobre a localização do avião, parou de funcionar ou foi desligado.

A interrupção dos dois sistemas fez com que os investigadores considerem a hipótese de desligamento deliberado ou coagido como a mais provável.

A polícia tem investigado o piloto Zaharie Ahmad Shah, 53 anos, e o copiloto, Fariq Abdul Hamid, 27 anos, segundo o Ministério do Transporte.

O voo MH370, que partiu de Kuala Lumpur à 0h41 do sábado (8) com destino a Pequim, ainda foi captado por um radar militar às 2h15 e por um satélite de comunicação às 8h11.

Com essas informações, é possível afirmar que o avião mudou de direção, para o oeste, entre a Malásia e o Vietnã, e continuou voando por quase sete horas. A área de busca foi ampliada para duas possíveis rotas: um corredor ao norte, que vai ao sul do Cazaquistão, e um corredor ao sul que vai ao Oceano Índico.

O Ministério das Relações Exteriores da Malásia enviou notas diplomáticas a todos os países por onde passam os corredores norte e sul pedindo informação sobre seus radares e satélites.

Nesta segunda (17) 26 países participavam das buscas. Austrália e Indonésia lideram as operações ao sul, enquanto os EUA concentram sua ação no mar de Andaman e no golfo de Bengala, próximo à Índia.

Três analistas franceses em segurança na avião civil chegaram à Malásia para participar das investigações e para ajudar com sua experiência no acidente do voo 447 da Air France que desapareceu em pleno voo, quando viajava do Rio para Paris, em 2009.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.