Kim Aris, com a mãe, Suu Kyi | Soe Zeya Tun/Reuters
Kim Aris, com a mãe, Suu Kyi| Foto: Soe Zeya Tun/Reuters

A líder da oposição birmanesa e Nobel da Paz Aung San Suu Kyi, 65 anos, se reencontrou na manhã de ontem com seu fi­­lho mais novo, Kim Aris, 33 anos, no Aeroporto de Yan­­gun, em Mianmar, após dez anos de separação.

"Estou muito contente e muito feliz", afirmou Suu Kyi, libertada há dez dias, após sete anos de penas consecutivas de prisão domiciliar. Era possível ver lágrimas nos olhos de Suu Kyi ao rever o filho. Suu Kyi foi presa pela primeira vez em 1989, quando Kim tinha 11 anos e seu irmão Alexander, 16. Ela passou 15 dos últimos 21 anos na prisão.

Suu Kyi sacrificou sua vida familiar para manter a luta política.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]