Dominique Strauss-Kahn, que assumirá a diretoria do Fundo Monetário Internacional (FMI) em 1.º de novembro, após ter sido escolhido sexta-feira pelo conselho executivo da instituição, se reunirá amanhã com o presidente da França, Nicolas Sarkozy, em Paris.

O sucessor do espanhol Rodrigo Rato, à frente do FMI, também deverá dar uma entrevista coletiva no escritório parisiense da entidade. Na sexta-feira, Sarkozy comemorou a escolha do ex-ministro de Economia e Finanças da França como "uma grande vitória da diplomacia francesa".

O presidente também incentivou o novo diretor a agir para que o FMI "esteja ainda mais a serviço do desenvolvimento dos países que tanto necessitam dele".

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]