Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Vista aérea da usina de Fukushima | Reuters/Kyodo
Vista aérea da usina de Fukushima| Foto: Reuters/Kyodo

A operadora da usina nuclear japonesa de Fukushima disse nesta quinta-feira (22) que foram encontrados novos pontos de alta radiação perto de tanques de armazenamento de água altamente contaminada, aumentando o temor sobre a existência de novos vazamentos, à medida que o desastre fica cada vez pior.

O anúncio foi feito após a operadora Tokyo Electric Power Co, conhecida como Tepco, ter informado esta semana que água contaminada com níveis perigosamente elevados de radiação estava vazando de um tanque de armazenamento.

A usina Fukushima Daiichi, ao norte de Tóquio, foi atingida por um terremoto seguido de tsunami em 11 de março de 2011, danificando três reatores nucleares e lançando contaminação radioativa no ar, no mar e em alimentos. Mais de 160 mil pessoas precisaram ser retiradas de suas casas.

Foi o pior acidente nuclear do mundo desde Chernobyl, em 1986, e as autoridades japonesas parecem não saber como resolver a crise.

Em uma inspeção realizada após a revelação do vazamento, foram identificadas leituras altas de radiação na parte inferior do dois tanques em uma parte diferente da usina, segundo a Tepco.

Apesar de não haver poças nas proximidades e de não ter ocorrido mudanças perceptíveis nos níveis de água nos tanques, a possibilidade de ter vazado água não pode ser descartada, disse um porta-voz da empresa.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]