O Congresso dos EUA voltou a se reunir ontem, na primeira sessão pós-eleitoral. Os eleitos na semana passada fizeram sessão especial de treinamento, mas só tomarão posse em janeiro. O presidente George W. Bush espera aproveitar as últimas semanas de um Congresso liderado por republicanos para aprovar medidas de seu interesse. Confira:

• Lei que prevê financiamentos para o governo.

• Nomeação de John Bolton como representante dos EUA na ONU. Os democratas se opõem: consideram Bolton muito agressivo para a diplomacia internacional.

• Acordo de livre comércio com o Vietnã antes da visita que Bush fará ao país, na sexta-feira.

• Gravação das conversas de suspeitos de terrorismo (em telefone e e-mail) sem prévia autorização judicial, medida que enfrenta ferrenha oposição democrata.

DemocratasNa agenda democrata, a política está na ordem do dia. Até quinta-feira o partido deve escolher os novos líderes da Câmara (provavelmente Nancy Pelosi) e do Senado, cuja disputa está entre John Murtha e Steny Hoyer. Pelosi apóia Murtha.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]