i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
venezuela

Perto de eleição, Maduro aumenta salário mínimo e limita lucro de comerciantes

    • caracas (venezuela)
    • Folhapress
    • 21/10/2015 14:04
    Maduro ao lado de uma imagem do líder venezuelano Hugo Chávez em cerimônia em uma indústria do país | HANDOUT/REUTERS
    Maduro ao lado de uma imagem do líder venezuelano Hugo Chávez em cerimônia em uma indústria do país| Foto: HANDOUT/REUTERS

    Faltando pouco mais de um mês para a eleição parlamentar de 6 de dezembro, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou na noite desta terça-feira (20) um pacote de medidas para tentar reverter a profunda crise econômica no país.

    Uma das medidas mais relevantes é a alteração dos mecanismos de tabelamento de preço em vigor no socialismo venezuelano, que será dividido em duas categorias.

    Venezuela barra Nelson Jobim e TSE desiste de observação nas eleições do país

    O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) informou nesta terça-feira (20) que não vai participar mais da missão de observação da Unasul (União das Nações Sul-Americanas) nas eleições parlamentares da Venezuela, em dezembro.

    Leia a matéria completa

    A primeira, chamada Preço Máximo de Venda, limitará o lucro dos comerciantes a 30%. A segunda, com tabelamento mais rigoroso, conservará o nome de Preço Justo, e será voltada para alimentos e serviços de saúde.

    Maduro ameaçou os empresários que não acatarem as novas regras. Ele também prometeu mão dura contra aqueles que, segundo ele, alimentam a especulação, o câmbio negro e a “guerra econômica”, expressão que designa empresários acusados de sabotar o país.

    “A partir de agora, as sanções atingirão diretamente o faturamento das empresas”, disse o presidente, falando em seu programa semanal de rádio e TV, “Contato com Maduro.”

    Ele anunciou a fusão dos ministérios da Indústria e do Comércio. O titular da nova pasta será José David Cabello, irmão do todo-poderoso presidente da Assembleia Nacional, capitão Diosdado Cabello.

    Maduro também confirmou o aumento em 30% do salário mínimo, que passa a valer 9.649 bolívares. Isso equivale a cerca de US$ 1.500 pelo câmbio oficial ou pouco mais de US$ 20 no paralelo.

    O presidente afirmou que o aumento acumulado do salário mínimo (é o quarto reajuste em menos de um ano) traz um incremento salarial de 95% enquanto a inflação, segundo ele, se situa “entre 80% e 85%”.

    Economistas questionam esta cifra e dizem que a taxa real passa de 100%. Os venezuelanos também sofrem com um desabastecimento generalizado e com índices de violência de zona de guerra.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.