Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, recebeu alta nesta quarta-feira quatro dias depois de ser internado por conta de uma trombose, informou o hospital em São Paulo em que estava o líder paraguaio.

"O paciente está em boas condições clínicas para retorno ao Paraguai", disse o Hospital Sírio-Libanês em boletim médico. "As informações médicas foram passadas pela equipe que o acompanhou", acrescentou.

Lugo, de 59 anos, foi diagnosticado com um câncer linfático em agosto deste ano e já havia vindo ao Brasil para detalhar o diagnóstico da doença e iniciar tratamento de quimioterapia.

O coágulo que o levou a ser internado na semana passada estava obstruindo um cateter colocado no presidente para a administração de medicamentos do tratamento.

"Todos os médicos do Paraguai estão orientados para ter cuidados com a coagulação", disse a jornalistas o oncologista Frederico Costa, que trata do presidente.

"Vamos estar lá (no Paraguai) daqui a 10 dias para começar o ciclo quatro (da quimioterapia), assim como estava previsto, e vamos terminar seu tratamento em breve", acrescentou.

"É uma doença crônica e ele teve uma resposta muito boa. Então sim, é possível que esteja curado, mas temos que seguir. Só o tempo é que vai nos dizer."

Lugo foi trazido às pressas para o Brasil no sábado com suspeita de ter uma infecção grave na faringe que os médicos acreditavam que ameaçava sua vida.

Exames realizados posteriormente, no entanto, mostraram que o líder paraguaio tinha uma trombose na veia cava superior, em consequência do tratamento quimioterápico a que ele se submete para combater o câncer.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]