i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Novo governo

Presidente que desbancou a esquerda enfrenta desafio

  • 28/08/2010 21:01

A retomada econômica do Chile coincide não apenas com a tragédia advinda do terremoto, mas também com a eleição de Sebastián Piñera à Presidência do país. A ascensão de Piñera marca o fim de 20 anos de governos de centro-esquerda no país e representa a primeira vitória nas urnas de um partido de direita em mais de 50 anos. Apesar disso, não se pode associar a imagem de Piñera com a direita centralizadora que vigorou no Chile durante a maior parte do século passado nem aproximá-lo à figura de Augusto Pinochet, ditador direitista que mergulhou o país num dos regimes mais repressores e violentos em vigor àquela época.

Para Piñera, que tomou posse em 11 de março, restou a tarefa de reconstruir o país, antes mesmo de pôr em prática qualquer mudança de ordem econômica ou política. "Reconstruir o país é a prioridade", afirma Alberto Aggio, professor de História da América na Universidade Estadual Paulista (Unesp), em Franca, e autor de vários livros que retratam as raízes heroicas do povo chileno. Aggio diz que Piñera teve de readequar seu plano de governo para atender as emergências causadas pelo terremoto. "É isso que todos esperam de Piñera agora. Que ele reestruture o país e ajude o povo a superar e sanar todos os efeitos da tragédia", completa o professor.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.