Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A França advertiu ontem seus cidadãos para que tenham "ex­­trema atenção" nos transportes públicos e locais turísticos da Grã-Bretanha, diante do risco de atentados terroristas. Segundo o ministério francês das Relações Exteriores, as "autoridades britânicas acreditam que o nível de ameaça terrorista é muito elevado na Grã-Bretanha, com risco de atentado muito provável". "Re­­comendamos extrema vigilância nos transportes públicos e nos locais turísticos mais frequentados."

Vários países europeus, in­­cluindo França, Alemanha e Grã-Bretanha, estão em alerta diante do risco de atentados islâmicos, após advertências neste sentido por parte dos governos americano, britânico e japonês. O departamento norte-americano de Es­­tado advertiu no domingo seus cidadãos sobre o "risco potencial de atentados terroristas na Eu­­ropa", destacando que a "informação atual sugere que a Al-Qae­­da e organizações aliadas se­­guem planejando ataques".

Na segunda-feira foi a vez de o Japão seguir os EUA e o Reino Unido e também alertou seus cidadãos a tomar mais cuidado quando viajarem por cidades europeias. A Europa convive com o me­­do de atentados desde o 11 de Setembro. Mas o sentimento se intensificou nas últimas semanas. No final de setembro, um canal de tevê noticiou que serviços de inteligência da Europa e dos USA descobriram o plano de uma série de atentados em várias cidades do continente. Apesar dos alertas, o movimento de tu­­ristas não foi afetado. "O que vamos fazer, nos trancar em casa?’’, disse Ruth Brooks, inglesa que viajou com a família para a França.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]