i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Rússia

Rússia alerta contra votação rápida de sanções ao Irã

  • PorReuters
  • 04/06/2010 10:11

Rússia e China são contra tentativas de apressar a votação no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas de novas sanções contra o Irã, disse o ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, nesta sexta-feira.

"Somos contra forçar o processo de votação", disse Lavrov em Pequim segundo a agência de notícias Interfax.

Mas Lavrov também acrescentou que a resolução estava quase completa e que os interesses econômicos de Rússia e China tinham sido levados em conta no esboço da resolução.

Segundo a Casa Branca e diplomatas ocidentais, o Conselho de Segurança deve votar a resolução na semana que vem, o que imporia novas sanções pelo fato de o Irã não ter aliviado as preocupações sobre seu programa nuclear.

A administração Barack Obama vem trabalhando há meses para persuadir Rússia e China, membros do conselho com poder de veto, de que deveriam concordar com novas sanções contra o Irã.

Os Estados Unidos, as maiores potências da União Europeia e Israel dizem que o Irã está usando seu programa de enriquecimento de urânio como cobertura para a construção de uma bomba atômica. O Irã nega a afirmação.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.