A Câmara dos Conselheiros do Japão, o Senado do país, aprovou uma moção de censura contra o primeiro-ministro Taro Aso numa sessão plenária nesta terça-feira, informou a agência de notícias Kyodo.

O bloco de oposição liderado pelo Partido Democrático do Japão pretende se recusar a participar de qualquer medida a ser tomada pela Câmara Baixa, ou Dieta, antes da planejada dissolução da Câmara, na próxima semana.

Mais cedo, a Câmara Baixa, onde o bloco governista do Partido Liberal Democrático (PLD) e o partido Novo Komeito desfrutam de confortável maioria, rejeitou uma moção de desconfiança contra o Gabinete de Aso.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]