O Senado dos EUA barrou nesta terça-feira (21), graças à atuação do Partido Republicano, uma tentativa de debater o fim da legislação que impede que homossexuais assumidos sirvam nas Forças Armadas do país.

Votaram a favor do debate 56 senadores, e 43 votaram contra. Mas eram necessários 60 dos 100 votos para começar o debate da lei que terminaria com a política do "don't ask, don't tell" (não pergunte, não conte).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]