Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Veja onde fica Kosovo |
Veja onde fica Kosovo| Foto:
  • Antonio Milososki, ministro de Relações Exteriores da Macedônia: decisão de reconhecer Kosovo corresponde à realidade

Belgrado - O governo da Sérvia confirmou ontem a expulsão do embaixador da Macedônia de seu território. Na quinta-feira, o país havia expulsado o embaixador de Montenegro. Os dois fatos são uma resposta aos vizinhos que reconheceram a independência de Kosovo, a despeito dos protestos sérvios.

Na quarta-feira, a Assembléia Geral da ONU aceitou pedido da Sérvia para levar à Corte Internacional de Justiça (CIJ) a independência de Kosovo.

Com Macedônia e Montenegro, chega a 50 o número de países integrantes da ONU a reconhecer Kosovo. Entre eles estão os Estados Unidos e a maioria dos da União Européia.

Conforme o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da Macedônia, Petar Culev, o embaixador da Macedônia foi avisado de que deve deixar a Sérvia "o mais breve possível’’. Mais cedo, a Macedônia recebeu um protesto oficial da Sérvia contra o reconhecimento de Kosovo por meio do embaixador sérvio no país, Zoran Popovic.

Pressão

No protesto, Popovic disse que Kosovo integra a Sérvia e afirmou que o reconhecimento contraria uma resolução do Conselho de Segurança da ONU.

Por buscarem entrar para a UE e para a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Montenegro e Macedônia vinham sendo pressionados a reconhecer Kosovo, que declarou a sua independência, de forma unilateral, em fevereiro passado. Os dois países fecharam um acordo para anunciar o reconhecimento juntos.

"Não é uma decisão contra a Sérvia, mas em favor do futuro’’, afirmou o ministro de Relações Exteriores de Montenegro, Milan Rocen. Seu colega sérvio, Vuk Jeremic, no entanto, chamou a iniciativa de Montenegro de "uma punhalada nas costas", pois os dois países estão divididos há apenas dois anos.

"Foi uma decisão que corresponde à realidade’’, concordou o ministro de Relações Exteriores da Macedônia, Antonio Milososki. "Nós acreditamos que isso não vai colocar em risco nossas relações com a Sérvia’’, afirmou o ministro, quando a expulsão do embaixador da Macedônia da Sérvia ainda era incerta.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]