Um dos três sindicatos de servidores públicos de Portugal que começaram a negociar um pacto salarial com o governo, convocou uma greve para 4 de março, após o governo rejeitar pedidos de aumentos salariais, informa o jornal local Público em seu site. A informação foi dada ao jornal por uma dirigente do sindicato Frente Comum dos Trabalhadores da Função Pública, Ana Avoila.

O governo anunciou que pretende congelar os salários dos funcionários públicos este ano para ajudar a reduzir o déficit para 8,3% do Produto Interno Bruto (PIB), em comparação com os 9 3% do PIB de déficit registrados em 2009. A União Europeia determinou que até 2013 Portugal deve reduzir seu déficit para 3% do PIB. O sindicato também pretende protestar contra as restrições à contratação de funcionários públicos pelo governo. Segundo as autoridades, a meta agora é somente contratar um servidor público quando dois deixarem seus cargos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]