Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Stephen Hawking: contra a agressividade e a favor da empatia | Toby Melville/Reuters
Stephen Hawking: contra a agressividade e a favor da empatia| Foto: Toby Melville/Reuters

O físico Stephen Hawking se tornou assunto nos últimos dias por ter inspirado o filme “A Teoria de Tudo”, que rendeu ao britânico Eddie Redmayne o Oscar de Melhor Ator neste domingo (22). Mas o próprio cosmólogo, que é considerado um dos mais importantes cientistas da atualidade, também deu o que falar com uma declaração impressionante. Hawking disse que a agressividade é maior falha da raça humana e que ela “ameaça destruir todos nós”, antes de pedir que as pessoas sejam mais compreensivas.

O professor britânico fez a afirmação durante um passeio pelo Museu da Ciência de Londres, na semana passada, enquanto mostrava o local para a californiana Adaeze Uyanwah, de 24 anos, que desbancou mais de 10 mil concorrentes de todo o mundo e ganhou uma viagem à capital da Inglaterra, onde está sendo apresentada aos pontos turísticos por profissionais célebres.

“A falha humana que eu mais gostaria de corrigir é a agressividade”, disse o astrofísico à menina. “Ela pode ter sido uma vantagem na época dos homens das cavernas, para que eles pudessem obter mais comida, território ou uma parceira com quem se reproduzir, mas, agora, ela ameaça destruir todos nós. Já a qualidade humana que o cientista gostaria de ampliar seria a empatia. “Ela nos une de uma forma amorosa e pacífica”, opinou Hawking.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]