Bento XVI enfrenta uma das maiores crises da história recente da Igreja | Filippo Monteforte/AFP
Bento XVI enfrenta uma das maiores crises da história recente da Igreja| Foto: Filippo Monteforte/AFP

Londres - A polícia britânica libertou os seis homens que foram presos na sexta-feira sob suspeita de que tramavam um atentado contra o Papa Bento XVI, que esteve no país de quinta-feira a domingo. Não foi encontrada nenhuma prova contra eles. O jornal Sun­­day Mirror diz que a razão da prisão foi apenas uma piada contada no refeitório da empresa em que cinco dos seis trabalhavam como varredores de rua.

Segundo o jornal, os homens, supostamente muçulmanos, brin­­cavam sobre matar o Papa. Um colega ouviu, achou que fosse sé­­rio e chamou a polícia, que foi à empresa e fez as prisões.

Apesar do susto, o Vaticano avaliou a visita de Bento XVI co­­mo "certamente po­­sitiva" e de­­clarou que o Papa li­­dou com a crise de pedofilia com "clareza e eficácia".

Já o presidente da Conferência Episcopal alemã considerou on­­tem que a Igreja Católica "fracassou" ao não reagir adequadamente aos casos de abusos sexuais cometidos por padres.

"Sabemos que fracassamos", afirmou Robert Zollitsch em uma entrevista coletiva à imprensa na abertura de assembleia dos bis­­pos alemães em Fulda, no oeste do país. "Demoramos demais pa­­ra reconhecer" o que ocorreu, acrescentou.

A afirmação está em sintonia com o posicionamento do próprio Pontífice, para quem os abu­­sos sexuais cometidos por padres "comprometem gravemente a credibilidade das autoridades da Igreja", conforme discurso de Bento XVI feito no domingo em Birmingham, antes de concluir sua visita ao Reino Unido.

A Igreja Católica vem en­­fren­­tando nos últimos anos uma sé­­rie de denúncias de abusos se­­xuais de menores de idade co­­metidos por padres em todo o mundo.

Em Londres, Bento XVI se reuniu com cinco vítimas britânicas de pedofilia. Depois en­­controu pessoas que trabalham na proteção dos jovens contra os abusos no ambiente eclesial, e expressou que esta constitui "uma parte importante da vasta resposta" da instituição quanto aos casos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]