O atirador que matou três pessoas e feriu outras 16 na base militar de Fort Hood, no Texas (EUA), Ivan Lopez, teria iniciado o ataque após não conseguir obter um formulário de folga na última quarta-feira, segundo o pai de um dos soldados feridos. Lopez se suicidou em seguida. Segundo o relato, Lopez, de 34 anos, teria sido orientado a retirar o formulário no dia seguinte. Contrariado, ele teria saído do local e retornado pouco tempo depois com uma arma, abrindo fogo a esmo. Autoridades declararam ontem que o fato de o atirador ser um veterano da Guerra do Iraque com possível transtorno de estresse pós-traumático não teria sido determinante para o crime.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]