Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
exercício militar venezuela
Guarda Nacional participa de exercícios militares para a ‘Operação Escudo Bolivariano 2020’| Foto: Federico PARRA/AFP

A Venezuela testou um míssil antinavio Otomat, de fabricação italiana, durante os exercícios militares "Escudo Bolivariano 2020", que movimentaram milhares de tropas e milícias neste fim de semana. Um vídeo postado no Youtube pela Marinha bolivariana mostra o míssil sendo disparado a partir da fragata Almirante Brión, também de fabricação italiana, e atingindo o alvo, um navio de carga, que está a 73 quilômetros de distância. O teste foi realizado na ilha de La Orchila, em águas venezuelanas, a 150 quilômetros de Caracas.

Os exercícios militares foram ordenados por Nicolás Maduro como uma maneira de preparar a Venezuela contra uma possível intervenção estrangeira. A participação da milícia bolivariana, porém, foi alvo de gozação e críticas nas redes sociais por causa do evidente despreparo do pessoal.

Na sexta-feira (14), o ditador venezuelano havia dito que o presidente Jair Bolsonaro, está buscando um "conflito armado" com a Venezuela, acusando-o de amparar um "grupo de terroristas que atacou um quartel militar venezuelano", em referência ao assalto de militares desertores a uma base venezuelana no sul do país, na fronteira com o Brasil, em 22 de dezembro. Na ocasião, seis militares foram presos e cinco pediram refúgio no Brasil.

8 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]