Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
O republicano Glenn Youngkin faz discurso de vitória após ter derrotado o democrata Terry McAuliffe na eleição para o governo do estado da Virgina, EUA, 3 de novembro
O republicano Glenn Youngkin faz discurso de vitória após ter derrotado o democrata Terry McAuliffe na eleição para o governo do estado da Virgina, EUA, 3 de novembro| Foto: EFE/EPA/Ken Cedeno

O candidato republicano Glenn Youngkin venceu a disputa pelo governo do estado da Virginia, Estados Unidos, derrotando o democrata Terry McAuliffe e encerrando oito anos de governo democrata no estado.

Youngkin, que é empresário, chegou a ter seis pontos a menos do que o democrata nas pesquisas, no fim de agosto, mas recuperou a confiança do eleitorado focando em questões locais e se equilibrando para conquistar os apoiadores do ex-presidente Donald Trump no interior do estado e a população urbana que havia se afastado da ala trumpista do Partido Republicano.

Alguns veículos da imprensa americana já haviam projetado a vitória do republicano na noite de terça-feira, enquanto outras redes esperaram até o início da manhã desta quarta-feira para confirmar os resultados.

Os resultados da eleição na Virginia, estado em que Joe Biden saiu vencedor na eleição presidencial no ano passado, e os da disputa estadual em Nova Jersey, ainda sem definição, mas com desempenho republicano acima do esperado, acendem um sinal de alerta para o partido Democrata.

As duas eleições, realizadas em momentos diferentes do que as da maioria dos estados americanos, são um termômetro para as eleições legislativas que ocorrem no meio do mandato presidencial.

Para analistas, os resultados das duas eleições estaduais reforçam as preocupações dos democratas em relação às eleições de meio de mandato, que serão realizadas no ano que vem para renovar a Câmara dos Representantes e parte do Senado americano - e definirão qual partido terá o controle do Congresso americano, atualmente dominado pelos democratas.

Os democratas temem uma derrota nessas eleições, em parte porque agora eles não podem focar sua campanha na oposição a Trump.

Em 2022, também serão realizadas eleições para o governo de 36 estados americanos. Com a vitória na Virginia, o Partido Republicano vence em um estado em que Biden teve vantagem de 10 pontos percentuais em 2020. Entre os 36 governos estaduais que serão disputados no ano que vem, em oito os democratas tiveram uma margem menor do que a obtida na Virginia, noticiou o New York Times, citando um memorando enviado pela Associação de Governadores Republicanos a doadores.

Disputa apertada em Nova Jersey

Em Nova Jersey, o resultado da eleição para o governo estadual ainda está indefinido, com uma margem mínima separando os dois adversários. Os resultados preliminares mostram que o candidato republicano, Jack Ciattarelli, se saiu melhor do que o esperado na disputa com o democrata Phil Murphy, que concorre à reeleição. Isso mesmo com o número de eleitores democratas registrados ter excedido em mais de 1 milhão o de republicanos registrados.

Assim como Youngkin, Ciattarelli também teve ganhos com os eleitores moradores de cidades que estavam frustrados com o estilo de política de Trump.

Segundo a imprensa americana, Ciatarelli é um ex-deputado estadual e dono de negócios que, em sua campanha, criticou as políticas de Murphy, atual governador e seu adversário, para a pandemia, especialmente a exigência do uso de máscaras em escolas e creches. Ele defende cortes em impostos e apoio à polícia, mas se distancia da postura conservadora de seu partido ao não apoiar a proibição do aborto.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]