Vulcão Tungurahua expele rochas e nuvens de gás e cinzas no sul de Quito, capital do Equador | REUTERS/Carlos Campana
Vulcão Tungurahua expele rochas e nuvens de gás e cinzas no sul de Quito, capital do Equador| Foto: REUTERS/Carlos Campana

O vulcão Tungurahua no Equador expeliu uma coluna de cinzas de cerca de 10 quilômetros depois de uma explosão que durou cerca de cinco minutos. A chamada nuvem piroclástica, composta de rochas e cinzas, saiu pelos flancos a norte e noroeste.

Segundo o instituto de geofísica do Equador, a explosão ocorreu por volta das 18h10 de sexta-feira no horário local e foi seguida por uma segunda explosão de quatro minutos. O vulcão de mais de cinco metros de altura que fica a 140 quilômetros de Quito já havia tido uma erupção em fevereiro, a qual afetou um terço das províncias do Equador e fechou um aeroporto regional.

O Tungurahua vem tendo erupções esporádicas deste 1999. Em 2006, uma nuvem de cinzas matou quatro pessoas e deixou dois desaparecidos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]