i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Artigo

A insensível realidade

  • PorDiogo Chiuso
  • 03/12/2020 18:45
Guilherme Boulos durante a campanha presidencial de 2018
Guilherme Boulos (Psol).| Foto: Daniel Ramalho/AFP

A apuração dos votos em São Paulo mostrou que Guilherme Boulos não é unanimidade nem nas periferias que julga representar. A realidade é insensível! Mas, se os “progressistas” não levassem tão a sério youtubers boçais, entenderiam o momento histórico atual e, principalmente, aquilo que Eric Hobsbawm apontava como erro crucial das esquerdas: sem causa comum é impossível a tal “frente ampla”.

Hobsbawm podia ter lá suas maluquices, mas sempre foi muito sensato nas suas críticas. Para ele, política identitária é a expressão máxima da antipolítica, pois baseia-se tão somente nas vontades subjetivas que divide, e não em causas comuns que são capazes de reunir as pessoas, como afirmou em O novo século: entrevista a Antonio Polito. Hobsbawm compreendeu, com 20 anos de atraso, aquilo que Augusto del Noce já dizia para um incrédulo Norberto Bobbio, que mais tarde teve de admitir: Del Noce tinha razão!

A crise da esquerda começou quando ela se tornou a burguesia que dizia combater. Compreender isso será difícil – e dolorido – para essa nova geração de militantes de DCE que se porta como uma aristocracia burguesa estudantil, e vive falando da periferia, mas nem sequer sabe o caminho que leva até lá.

Infelizmente, não adianta fazer como Boulos: deixar a cobertura do papai em Perdizes para se travestir de favelado no Campo Limpo. Boulos, aliás, é o próprio símbolo dessa nova era; é a encarnação caricata de Jean, o protagonista do romance O sangue dos outros, de Simone de Beauvoir: um burguês que nasceu burguês; até mesmo o seu repúdio à burguesia está impregnado da mentalidade burguesa. Assim como Jean, Boulos ostenta a ilusão de um dia ser operário, buscando, assim, algum sentido para a sua vida sem sentido. Mas uma outra personagem joga na sua cara que sempre haverá um abismo entre escolher ser algo e realmente sê-lo: um operário nasce operário, está condenado à sua trágica condição, ao passo que Jean, o pequeno-burguês, tem a liberdade de escolha.

Mesmo assim, Jean acredita ser possível moldar a realidade e escolher um novo destino. Carrega a culpa da própria existência, além de todos os remorsos por acreditar que suas ações só prejudicam o próximo. O mundo, portanto, é um campo de batalha, onde se admite alguns poucos momentos de trégua quando mentimos, quando somos hipócritas e lisonjeiros e buscamos refúgio nas ilusões. Afinal, o inferno são sempre os outros!

A revolta é o espírito da negação. E o homem é a única criatura que se recusa a ser o que é. Jean, o pequeno-burguês de Simone de Beauvoir, renega a sua história para tornar-se um proletário. Mas, assim como Boulos, continua extremamente burguês; não adianta andar de carro popular e abrigar-se num partido político: ele sempre vai olhar a periferia com aquele olhar elitista de quem se acredita um super-herói que vai resgatar almas inferiores do abismo, para integrá-las a uma visão romântica de mundo ideal.

Assim, segura de estar do lado certo da história, moralmente redimida pela ideologia e purificada com alimentos orgânicos, a nova elite burguesa estudantil acredita já ser possível projetar o destino da humanidade. Ele crê que só é possível viver eticamente a partir do comprometimento com algum movimento político. Também crê que, em si mesma, a vida não tem significado algum; por isso, compete a cada um de nós ressignificá-la a partir de um ideal pré-determinado.

Sartre dizia que estamos condenados a ser livres. Mas não queremos a liberdade, não queremos ser responsáveis por nossas escolhas que, invariavelmente, serão erradas e condenadas no tribunal das redes sociais. Preferimos algo pasteurizado, um ethos ready-made que pode ser útil à nossa autoimagem.

Enfim, o problema do mundo moderno é que todos se pretendem um Übermensch nietzschiano, sem perceber a ironia do alemão: se precisamos apelar a uma humanidade idealizada, é somente porque não suportamos a nossa realidade. Melhor do que encará-la é criar um subterfúgio mental, onde todos são justos, famosos e bem sucedidos, quando na verdade somos nada mais do que frágeis pequenos-burgueses.

Se fugimos da humanidade real para abraçar um ideal abstrato, nada mais coerente que, como Boulos e os revolucionários da burguesia arrependida, ver o outro não como pessoa, mas como causa social. Difícil explicar, a quem não consegue perceber uma obviedade por si mesmo, que essa é a própria essência da tirania.

Diogo Chiuso é editor de livros em São Paulo.

16 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 16 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • M

    Meg Litton

    ± 0 minutos

    Perfeito!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • J

      Julio C. Valaski

      ± 1 horas

      Concordo que nós, "burguesia", não conseguimos nos colocar no lugar do "proletariado". Qual o caminho, então? Deixá-los à própria sorte? Seguir nossa vida, como se nossa sociedade fosse perfeita e nenhuma injustiça social houvesse?

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      2 Respostas
      • M

        Meg Litton

        ± 2 minutos

        Não "dê" o peixe, ensine como se pesca...

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

      • E

        Eduardo Miliorini

        ± 6 minutos

        Forneça educação de qualidade, essa é a chave para a liberdade.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

    • D

      Daniel Marcolino da Silva

      ± 1 horas

      Simplesmente sensacional!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • L

        Luiz

        ± 1 horas

        Sensacional o artigo do Diogo Chiuso. Atenção Gazeta, que tal chamá-lo para ser um articulista deste prestigioso jornal? Precisamos de mais Fiúzas, Gordon, Constantino, A Garcia, Guzzo. Que tal Gazeta?

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        1 Respostas
        • J

          Julio C. Valaski

          ± 1 horas

          Um reparo: de todos os que listou, acho injusto com os outros incluir Alexandre Garcia nessa lista. Não tem nenhuma fundamentação, só é tendencioso.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

      • S

        Sérgio Guerra

        ± 1 horas

        Eu acreditava nesta esquerda romântica na década de 70. Militava e até usei pulseirinha de Coro. Mas aí eu acordei quando meu pai me mandou trabalhar...

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • A

          Adhemar Ricardo Harada Ferreira

          ± 2 horas

          Excelente artigo. Toca em algo muito importante: Boulos e outros, tentam vestir uma roupa, que nunca vai lhes caber, a verdadeira representatividade da periferia e das camadas mais necessitadas da população tem que sair daqueles que vivem ou viveram aquela situação e tem ideias e vontade para romper esse circulo vicioso. Já existem alguns exemplos, é necessário que outros venham, não somente pela representatividade, mas também para evitar que os mais pobres sejam manipulados por aqueles que os dizem representar.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • G

            GUSTAVO

            ± 4 horas

            Texto fez uma salada de conceitos, muita retórica, simplesmente para falar mal do Boulos. Talvez o autor pense como o presidente da Caixa que disse não saber que pessoas vivem no lixão. Assim, se os progressistas defendem os menos afortunados somente com intenção de usá-los, o que fazem os conservadores? Impendem? Tbm se solidarizam com pessoas vivendo nos lixões, ou nem sabiam de sua existência?

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            1 Respostas
            • M

              Meg Litton

              ± 0 minutos

              Ninguém precisa "falar mal" do Boulos: ele é seu próprio inimigo...

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

          • C

            Carmo Augusto Vicentini

            ± 4 horas

            Esplêndido!

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • L

              LSB

              ± 4 horas

              Excelente!

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • O

                Oirad Ojuara

                ± 4 horas

                Excelente!

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • R

                  Rita Lina

                  ± 5 horas

                  Bom texto para reflexões. Agradeço o autor.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • A

                    Antônio Soares de Mendonça

                    ± 5 horas

                    Parabéns ao autor pelo excelente e impecável texto.

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    Fim dos comentários.