i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Artigo

Os limites e a liberdade na educação

  • PorFlavio A. Sandi
  • 25/09/2019 18:00
Os limites e a liberdade na educação
| Foto: Pixabay

Crianças precisam de limites, seja para a sua saúde e segurança, ou para ajudá-las a reconhecer os seus sentimentos. Estabelecer regras não é uma tarefa fácil, mas integra parte essencial no processo de desenvolvimento infantil. Quando estão diante de uma circunstância que pede limite, muitas vezes os pais não sabem ao certo como agir e podem se sentir inseguros sobre até onde ir para não agredir a autonomia dos filhos. Afinal, como equilibrar liberdade e limite?

Por um lado, é preciso orientar sobre possíveis perigos, como onde é seguro brincar, o que é bom comer e o que não é. Por outro, é preciso lembrar que as crianças ainda não estão preparadas gerenciar os seus sentimentos sozinhas, por isso precisam da ajuda e da segurança dos adultos para orientá-las.

Estabelecer regras não é uma tarefa fácil, mas integra parte essencial no processo de desenvolvimento infantil

Isto é, mesmo que possa parecer que os filhos querem estar no controle, o que eles realmente precisam é de cuidadores com firmeza nas suas atitudes. Pode ser muito assustador para uma criança não ter limites. Isso pode desencadear sensação de ansiedade e tendência a testar mais ainda os limites quanto mais os pais cedem ou hesitam em dizer "não".

Estabelecer limites não significa impedir a autonomia e a liberdade dos filhos, muito menos agir com violência para conseguir o que se quer. As crianças precisam de adultos confiantes, que ofereçam um ambiente seguro e estável. Elas precisam confiar que a família vai ajudá-la a compreender os seus sentimentos e auxiliá-la a encontrar maneiras construtivas de se expressar.

Encontrar o equilíbrio é o segredo para não ser muito autoritário ou permissivo demais com os filhos. Para conseguir encontrar a constância no cotidiano com as crianças, é preciso tomar cuidado para não pecar pelos extremos, lembrando que todas as decisões que tomamos têm consequências. Quando somos rígidos em excesso, a criança poderá ser mais revoltada. Por outro lado, a permissividade em demasia pode gerar filhos ansiosos, já que a falta de regras pode fazer com que a criança se sinta perdida.

É preciso lembrar que dizer "não" para o filho não é traumático, muito pelo contrário. Ensinar até onde pode ou não pode ir faz parte da criação das crianças e é um ensinamento que deve ser passado pela família. Com limites claros, ela vai se ajustar e se sentir mais segura para explorar as suas possibilidades, uma parte importante do desenvolvimento infantil. À primeira vista, conceitos como liberdade e limite podem parecer desiguais, mas quando se trata de educação, são concepções que se assemelham e se apoiam. Quando trabalhados de forma equilibrada são fundamentais para ensinar o seu filho a conviver em sociedade.

Flavio A. Sandi é diretor do Colégio Marista Anjo da Guarda.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.