i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Por que é difícil descobrir o que as universidades federais pensam sobre o Ensino à Distância

  • 27/07/2020 18:54
Por que é difícil descobrir o que as universidades federais pensam sobre o Ensino à Distância
| Foto: BigStock

Aqui e acolá surgem notícias acerca da postura de universidades federais, ou de seus professores, quanto ao ensino à distância. Como indivíduos não têm condições de falar pela coletividade de professores ou pelas instituições em que trabalham, todo o ruído fica por conta de dois tipos de autoridade: os sindicatos docentes e as reitorias.

A confusão maior fica por parte dos sindicatos docentes. A Associação Nacional dos Docentes do Ensino Superior (ANDES), fundada em 1981, é o sindicato mais antigo dos professores de federais, e amiúde escreve seu nome como ANDES-SN, significando “SN” Sindicato Nacional. O sindicato ANDES já teve à sua presidência Roberto Leher, o reitor da UFRJ que culpou os bombeiros pelo incêndio do Museu Nacional. É filiado ao PSOL. Independentemente do sindicato ANDES, as federais brasileiras mais antigas às vezes tinham sindicatos locais ainda mais velhos.

Toda a política institucional universitária é atrelada a partidos de esquerda. O cidadão extramuros pode morrer sem saber que existem o PCO e o PSTU, mas esses partidos são muito ativos em disputas de grêmio estudantil e organizações sindicais. Quem olha de fora pode achar também que os esquerdistas são todos iguais e amam o PT.

Dentro da universidade, há os que acusam o PT de ser neoliberal de direita, e juram que só eles mesmos são da verdadeira esquerda, do lado certo da História. O próprio PSOL surgiu como uma facção que rompeu com o PT quando este fez uma reforma da previdência que reduzia os privilégios do funcionalismo. O PSOL é partido sindical de funcionário público; o PT gosta deles quando é oposição, e chuta-os quando é governo.

Sindicatos docentes não se reconhecem

Pois muito bem. Em 2006, no governo Lula, surgiu o PROIFES, “IFES” significando Instituições Federais de Ensino Superior, e o PRO é estético. No seu site, apresenta-se como “federação de sindicatos”. Alguns sindicatos locais pré-existentes escolheram filiar-se ao PROIFES.

Que fez o ANDES? O mesmo que o governo da Coreia do Norte. Assim como Pionguiangue não admite a existência da Coreia do Sul, o ANDES não admite a existência do PROIFES. Durante os governos do PT, a turma do ANDES acusava o PROIFES de pelego, e a do PROIFES, ligado à CUT, acusava o ANDES de sectário e inconsequente. Ou seja: o sindicato antigo é psolista e o sindicato novo é petista.

Se o cidadão quiser saber qual a posição dos docentes da sua federal, que fazer? No caso do Paraná, é relativamente fácil, porque a Associação dos Professores da UFPR (APUFPR) se enxerga como uma seção do ANDES. Logo, o que o ANDES decide é a decisão dos docentes sindicalizados da UFPR.

O que a ANDES decide? Aqui, quem apostar no radicalismo, acerta. Seu boletim mais recente, de junho, trata do fascismo, da Amazônia e dos males do mundo.

(Um parêntese: quando eu estava na graduação, encontrei na parede cartazes de eleição estudantil que pediam mais casas de xerox e a retirada das tropas do Haiti. Política universitária é assim: os doidinhos acham que têm que resolver preço de xerox e os problemas mundiais.)

No boletim de maio, encontramos uma opinião sobre esse problema tão óbvio que é o calendário escolar, afetado pela covid. A capa já traz um cartum sindical mostrando um menino negro perguntando: “Professor… O que podemos fazer para salvar a natureza?”. Ao que um computador, em vez de um professor, responde: “Esta máquina não está programada para esse tipo de resposta!” Abaixo, um letreiro: “EAD: Governo desconsidera a sobrecarga já existente e intensificada que docentes e estudantes enfrentam durante a pandemia.” Mais adiante a matéria diz que EAD (sigla de ensino a distância, nome novo de curso por correspondência) é uma coisa muito séria, que isso que o governo faz é um arremedo e fere os direitos dos estudantes e professores.

Ou seja, o ANDES é contra e acha que tem que ficar todo mundo parado. Logo, as federais cujos sindicatos docentes reconhecem apenas o ANDES são aquelas cujos professores politicamente ativos querem receber sem trabalhar até aparecer uma vacina. Ou, inversamente, as federais cujos professores devem estar sob influência do ANDES.

No site do PROIFES não encontramos nenhuma posição fechada. Isso quer dizer que provavelmente trata o problema do calendário como administrativo, e não sindical.

O sindicato dos reitores

Se a universidade tiver a felicidade de estar afastada do ANDES, quer dizer que os atores político-partidários são os sindicatos locais e o sindicato dos reitores, chamado ANDIFES, ou Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior. Não só existe, como tem 30 anos. Foi essa a associação que organizou um manifesto de reitores em apoio à reeleição de Dilma Rousseff, logo, não é nenhum arroubo especulativo dizer que era um sindicato pelego, e que é um sindicato petista.

Dentro da política universitária graúda, se encontrar um petista, abrace. É o grão de sanidade que há. É ruim, mas não delira. No site do ANDIFES, os reitores se esforçam para mostrar serviço, alegando que as universidades fazem mil coisas úteis nesta pandemia, e expõem as medidas que algumas federais estão tomando para voltar a funcionar.

11 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 11 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • C

    Carmo Augusto Vicentini

    ± 51 dias

    Ou o Brasil acaba com as federais ou as federais acabam com o Brasil. Privatize já!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcos O.

    ± 51 dias

    Excelente matéria! Parabéns! Um olhar realista para o que está acontecendo nas Universidades Públicas. Que dó saber que tudo isso vem acontecendo há tanto tempo, e na nossa cara! Temos muita coisa ainda a "desinfetar" nesse país! Conseguiremos?!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    RENATO VOLPI JUNIOR

    ± 51 dias

    Já passou da hora de privatizar as Federais. Nunca terá outra solução

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    jose rodorval ramalho

    ± 51 dias

    O artigo terminou "muito cedo". Merecia um pouco mais de desenvolvimento.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Maria Lúcia Maranhão Bezerra

    ± 51 dias

    1) No começo da pandemia, professor amigo me diz que não vai haver EAD "porque os alunos não querem"2) idem, professor amigo me relata que gravou de cara 3 aulas e mandou para seus alunos tendo sofrido ácidas críticas de pares por estar "fazendo coisas sem autorização"3) em julho, alunos da UFPR estão conseguindo se inscrever em UMA matéria no período especial online. 69 federais, mais de 800 mil alunos e este vexame.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luiz Alberto

    ± 51 dias

    A universidade privada, graças aos desgovernos do PT, tornou-se um comércio extremamente rendoso e a universidade pública foi assaltada e raptada pelos "progressistas" que querem salvar a humanidade. É só comparar dados de desempenho e ver o resultado do ensino "inferior" brasileiro frentes às universidades do mundo. A gente só ganha, e nos penaltis, para Cuba e Venezuela. É o maior ralo de dinheiro público que conheço. Uma verdadeira ação entre amigos.....do alheio!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Ana Luiza

    ± 51 dias

    Universidade Publica é só mais um desperdício de dinheiro que privilegia, em geral, quem já tem condições de pagar, além de sustentar professores com altíssimos salários, sem contraprestação efetiva. Dinheiro corretamente investido em educação seria na escola, ensinando português e matemática para crianças carentes. Precisamos sair do analfabetismo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    Walter

    ± 51 dias

    Só reforça o que não queremos para os estudantes, a privatização das universidades públicas.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    MGarcia

    ± 51 dias

    "Dentro da política universitária graúda, se encontrar um petista, abrace. É o grão de sanidade que há. É ruim, mas não delira." A frase do ano. Triste. Verdade.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luiz Carlos Mendes Junior

    ± 51 dias

    Poderiam ao menos fingir que estão preocupados em voltar à ensinar.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcos Ctba

    ± 51 dias

    Se o governo for a favor os professpres sao contra. Se o governo for contra eles serão afavor. Mas no fim os alunos se ferram indo atras desses sindicatos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]