Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Alexandre de Moraes, ministro do STF.
Alexandre de Moraes, ministro do STF, é alvo de representação do presidente Jair Bolsonaro.| Foto: STF

A quarta-feira (18) foi marcada por um novo embate entre o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o Supremo Tribunal Federal (STF). No dia anterior, Bolsonaro havia protocolado uma queixa-crime contra o ministro Alexandre de Moraes, acusando-o de abuso de autoridade na condução do inquérito das fake news. A queixa foi rejeitada pelo ministro Dias Toffoli, o que fez com que o presidente pedisse uma investigação à Procuradoria-Geral da República (PGR). Saiba o que acontece agora.

Estratégia de Bolsonaro. A tentativa de Bolsonaro de processar Alexandre de Moraes é apontada no governo federal como parte de uma estratégia eleitoral do chefe do Executivo. Entenda o que está por trás da iniciativa.

Política, Economia e Utilidade pública

Privatização da Eletrobras. O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou o modelo de privatização da Eletrobras, considerada prioritária na agenda do governo federal para 2022. Saiba agora quais são os próximos passos.

Terceira via. Representantes do PSDB, Cidadania e MDB adiaram o anúncio do nome que irá disputar a Presidência pela chamada terceira via. Porém, já é dada como certa a indicação da senadora emedebista Simone Tebet.

Giro pelo mundo. Apesar de ter informado mais de 232 mil casos de Covid-19, o governo da Coreia do Norte segue recusando ajuda. Na Rússia, o Google decretou falência após ter as contas confiscadas. Já na Venezuela, a doação de órgãos de pessoas falecidas está parada há cinco anos.

Opinião da Gazeta

A expansão da Otan. Quando invadiu a Ucrânia, Vladimir Putin usou como pretexto para o ataque a possibilidade de os ucranianos se juntarem à Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), o que poderia trazer os mísseis ocidentais perto demais da Rússia. Porém, Putin está prestes a conseguir exatamente o oposto do que pretendia. Veja um trecho da opinião da Gazeta:

A Suécia e a Finlândia perceberam que a melhor chance de não terem o mesmo destino da Ucrânia é buscar logo a proteção da Otan. Ainda que Putin jamais o admita, foi sua agressão unilateral à Ucrânia que levou suecos e finlandeses a abandonar uma neutralidade que lhes era muito cara e que muito provavelmente perduraria caso os russos não tivessem optado pelo uso da força bruta.

Leia o editorial na íntegra

O que mais você precisa saber hoje

Progressismo. Suicídio assistido, autoritarismo, aborto: sob Trudeau, Canadá toma caminho perigoso

Educação domiciliar. Regulamentação do homeschooling é aprovada na Câmara dos Deputados

Vídeo. Secretário de Segurança Pública do governo do PT da Bahia defende uso de maconha

Artigo. Professores convidados a aprender sobre sadomasoquismo, sexo trans e masturbação na Filadélfia

Colunas e artigos

O futuro da Europa. Desde que a Rússia lançou sua ofensiva contra a Ucrânia a Europa se viu na curiosa posição de sentir-se, ao mesmo tempo, ameaçada e fortalecida. Nesse cenário, qual será o futuro do continente? A resposta está no artigo de João Arantes Junqueira Payne.

Paulo Polzonoff Jr. fala do casamento de Lula e imagina como seria se fosse o de Bolsonaro.

Daniel Lopez mostra que a tecnologia do fim do mundo chegou.

Para inspirar

A importância do estágio. Através de vivências práticas supervisionadas por profissionais mais experientes, jovens são expostos a desafios de negócio que preparam para o mercado de trabalho. Assim são os programas de estágio, uma oportunidade de amadurecimento pessoal e profissional. Tenha um ótimo dia!

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]