i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
E ainda: atualização coronavírus

Bolsonaro, Trump, Xi Jinping: um resumo do 1º dia da Assembleia Geral da ONU

  • 23/09/2020 07:00
Bolsonaro disse na ONU que o Brasil é vítima de uma campanha internacional de desinformação sobre a Amazônia.
Bolsonaro disse na ONU que o Brasil é vítima de uma campanha internacional de desinformação sobre a Amazônia.| Foto: Rick Bajornas/Handout/AFP

Para começar esse resumo de notícias. O presidente Jair Bolsonaro realizou o discurso de abertura da 75.ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Na oportunidade, ele defendeu a atuação do governo no combate à pandemia, acusou a imprensa de “disseminar pânico” e criticou o governo do ditador venezuelano Nicolás Maduro. Veja os principais destaques no texto de Rodolfo Costa, correspondente em Brasília, e assista a um resumo neste vídeo.

Meio ambiente. Além desses temas, como esperado, o presidente falou sobre política ambiental. Para ele, as queimadas na Amazônia e no Pantanal não estão fora do controle. Também destacou o agronegócio e disse que o Brasil é vítima de difamação ambiental motivada por interesses comerciais de outras nações. Entenda na reportagem de Wilson Lima por que Bolsonaro deu tanta ênfase à Amazônia em seu discurso na ONU.

Repercussão, enquete e Trump. A mídia internacional destacou as declarações de Bolsonaro sobre o meio ambiente. Aqui, na Gazeta do Povo, buscamos a sua opinião: Bolsonaro agiu corretamente no discurso na ONU? Vote na enquete. Em relação a outros líderes internacionais, o presidente chinês Xi Jinping rejeitou politizar a pandemia. Já o líder norte-americano Donald Trump culpou a China pelo coronavírus e criticou a Organização Mundial de Saúde. Editora de Mundo da Gazeta do Povo, Isabella Mayer apresenta as principais frases de Donald Trump na Assembleia Geral da ONU.

Utilidade pública

Atualização. O Brasil registrou 836 mortes por Covid-19 e 33.536 novos casos da doença em 24 horas, segundo o último boletim do Ministério da Saúde. Ao todo, são 138.108 óbitos e 4.591.604 diagnósticos, sendo 3.945.627 recuperados. Com o atual patamar de números, o governo autorizou o retorno de torcidas no Campeonato Brasileiro, com lotação de até 30% nos estádios.  No mundo, os EUA ultrapassaram os 200 mil casos e a Europa teme uma segunda onda da doença.

Vacina universal e saúde mental. A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que 156 países aderiram à Covax, aliança para o desenvolvimento de vacinas contra a Covid-19. O Brasil é um dos signatários; saiba mais. Enquanto segue a expectativa pela vacina e a pandemia perdura, há sinais de desgaste da saúde mental da população brasileira: uma nova pesquisa do Google mostra que as buscas relacionadas a termos relacionados a transtornos mentais cresceu 98% em 2020.

Política e economia

INSS e Pacto Federativo. Desde a última semana, quando o governo determinou a retorno das atividades presenciais no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), médicos peritos alegam falta de condições enquanto 1 milhão de brasileiros aguardam atendimento. A jornalista Fernanda Trisotto selecionou 5 pontos para entender o impasse entre peritos e INSS. E de Brasília, a correspondente Jéssica Sant’Ana revela que, mesmo com o corte do Renda Brasil, a PEC do Pacto Federativo, que revela que gastos obrigatórios do setor público, segue entre as prioridades da agenda econômica.

Mais política internacional. Além da Assembleia Geral da ONU, outras notícias sobre a política exterior brasileira chamaram a atenção nesta terça (22).  Após mais de um ano sem embaixador nos EUA, enfim o Senado aprovou o nome de Nestor Foster para o posto. E em nota conjunta, os ministérios das Relações Exteriores e da Agricultura alegam que a não aprovação do acordo Mercosul-União Europeia pode agravar problemas ambientais.

Giro pelo mundo. Em referendo, os italianos aprovaram uma reforma que reduz o número de parlamentares.  Nos Estados Unidos, segue a dúvida: quem irá assumir a vaga da juíza da Suprema Corte dos EUA Ruth Ginsburg, que faleceu na última sexta? Em artigo, Katrina Trinco, editora do portal Daily Signal, apresenta 7 fatos sobre a próxima nomeação à mais alta corte de Justiça dos Estados Unidos. Também em solo norte-americano, um policial de Nova York foi preso acusado de espionagem para a China.

O que mais você precisa saber hoje

Colunas e artigos

Debates corporativos 1. Além do Magazine Luiza, que abriu um programa de trainees para candidatos negros, outras três multinacionais têm programas de treinamento neste sentido. O professor de Filosofia Paulo Cruz entrou no debate e destaca: é tudo que a empresa quer, mas não o que a sociedade precisa. O escritor e jornalista Paulo Polzonoff também comenta em uma crônica no divã: o que uma história piegas não falou sobre o caso Magazine Luiza. Já Andrew McCarthy, da National Review, faz uma provocação. McCarthy questiona: Existe racismo sistêmico? Então prove que ele existe.

Debates corporativos 2. Também sobre diversidades e empresas, Leonardo Desideri, correspondente da Gazeta do Povo em Brasília, foi além e revela como a imposição dos governos à cultura da diversidade nas empresas beira à militância. E por falar em ambiente corporativo, em nova coluna, a jornalista Madeleine Lacsko fala sobre pudim de recalque: a reação feminista a uma entrevista de Luciana Salton.

Nossa visão

Editorial. A mais recente Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Covid (Pnad Covid-19), em que o IBGE analisa dados do mercado de trabalho ligados à pandemia, mostra que a taxa de desemprego foi a mais alta desde o início da Pnad Covid-19, em maio. O desemprego bateu 14,3%, correspondendo a 13,7 milhões de brasileiros. Leia nossa visão sobre o tema no editorial: O salto no desemprego.

O IBGE conclui que são os trabalhadores formais que estão sofrendo mais com a perda de trabalho. Especialmente preocupante é o fato de muitos dos trabalhadores que estavam afastados devido às restrições ao contato social terem sido demitidos assim que foi possível retomar as atividades.

Para inspirar

Autoconfiança. É possível formar autênticos empreendedores dentro de casa, mesmo sem ter empresários na família? O investidor-anjo João Kepler acredita que sim. Em entrevista ao repórter Lucian Haro, da Equipe Sempre Família da Gazeta do Povo, Kepler e a psicóloga Leticia Georgett ensinam como ensinar seu filho a criar suas próprias oportunidades na vida.

Boas leituras e boa quarta-feira!

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.