Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Ações recentes do Poder Legislativo ajudaram a enfraquecer leis e mecanismos de combate à corrupção
Ações do governo federal, do Congresso e do Judiciário são indicativos de piora do Brasil no ranking da corrupção.| Foto: Rodrigo Viana /Senado Federal

A organização Transparência Internacional divulgou nesta terça-feira (25) o novo levantamento do ranking mundial da corrupção. E a notícia não é boa para o Brasil: o país caiu duas posições e agora ocupa a 96ª colocação no Índice de Percepção da Corrupção (IPC), a terceira pior em sua série histórica. Quanto melhor a posição no ranking, menos o país é considerado corrupto. Em uma escala de 0 a 100, o Brasil alcançou apenas 38 pontos. Entenda o que levou a esse resultado.

E na Venezuela... Entre os últimos colocados no ranking da corrupção está a Venezuela, que ficou à frente apenas de Somália, Síria e Sudão. A baixa pontuação foi registrada em decorrência da “corrupção generalizada”.

CPI do Moro. Deputados do PT e apoiadores do presidente Jair Bolsonaro estão entre os defensores de uma CPI para investigar a atuação do ex-juiz Sergio Moro junto a empresas envolvidas na Lava Jato. Saiba quais as chances de a proposta vingar.

Política, Economia e Utilidade pública

Homenagens a Olavo de Carvalho. Morreu aos 74 anos o escritor Olavo de Carvalho, referência para a direita brasileira. Relembre sua trajetória, confira a repercussão da morte no meio político e uma análise sobre o futuro do conservadorismo brasileiro sem sua presença.

Eleições 2022. O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) foi convidado a integrar a equipe de campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Saiba quem são os líderes evangélicos com influência política e que peso eles terão nas próximas eleições.

Giro pelo mundo. A Procuradoria Geral de Cuba anunciou que 790 pessoas foram processadas por participar dos protestos contra a ditadura comunista em julho do ano passado. Na Finlândia, uma lei pode levar pessoas para a cadeia apenas por expressarem sua opinião.

Opinião da Gazeta  

A recuperação fiscal e o deboche. O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), ainda não desistiu de convencer o governo federal a aceitar sua proposta para manter o estado no Regime de Recuperação Fiscal (RRF), ao qual um Rio praticamente quebrado havia aderido em 2017 em uma tentativa de sanear suas finanças. Veja um trecho da opinião da Gazeta:

A proposta simplesmente pretende que o contribuinte de todo o país siga bancando a irresponsabilidade de um governo fluminense avesso a qualquer corte de gastos; um deboche que agride especialmente outros estados que têm se esforçado para colocar ou manter as contas em ordem.

Leia o editorial na íntegra

O que mais você precisa saber hoje

Orçamento. Com verba mantida, reajuste para servidores deve ficar em “banho-maria”; relembre a novela

Nota técnica. Ministério da Saúde falseou dados para defender aborto no STF em 2018

Hidrelétrica. General João Francisco Ferreira, diretor-geral de Itaipu, pede demissão do cargo

Habilidades sociais. Respeitar limites importa no crescimento dos filhos. Desafiá-los, também!

Colunas e artigos

Defesa da vida. Na última sexta-feira (21) centenas de milhares de pessoas saíram às ruas de Washington, nos Estados Unidos, na Marcha pela Vida. Entre elas, muitos jovens contrários ao aborto. Cristina Graeml mostra como esse público tem se engajado cada vez mais na causa.

Thaméa Danelon explica a condenação do jogador Robinho e diz se ele poderá cumprir pena no Brasil.

Madeleine Lacsko mostra a operação Fake News que tenta reabilitar a ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Para inspirar

Levando fé às redes sociais. Aos 18 anos ele participou de um encontro vocacional que o “despertou para o chamado”. Hoje, aos 34, arrasta uma legião nas redes sociais. Conheça o padre Patrick Fernandes, convidado do Gazeta Entrevista com Leda Nagle. Tenha um ótimo dia!

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]