Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O podcast de hoje fala sobre o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, que garantiu que o Brasil terá eleições limpas e seguras em outubro. Ele disse ainda que esse é um assunto que deve ser tratado por civis e quem trata de eleição são forças desarmadas. O Ministro afirmou que as eleições dizem respeito à população civil que, de maneira livre e consciente, escolhe seus representantes. Fachin disse ainda que "ninguém e nada interferirá" na Justiça Eleitoral. E, após ser questionado se estaria dando um recado para o presidente Jair Bolsonaro (PL), disse: "Não mando e não recebo recado de ninguém". A declaração foi dada durante visita dele à sala do TSE onde especialistas estão simulando ataques hackers às urnas eletrônicas para constatar eventuais falhas de segurança do sistema. A fala dele também ocorreu depois de o TSE ter divulgado quais foram as sugestões das Forças Armadas para o processo eleitoral brasileiro. E uma semana depois de o presidente Jair Bolsonaro, crítico da votação eletrônica, ter sugerido que os militares façam uma apuração paralela dos votos.

E ainda:

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), afirmou que a privatização da Petrobras não está no radar. As declarações foram publicadas nas redes sociais do parlamentar, que reiterou achar fundamental um estudo sobre a possibilidade, o aprofundamento de modelos e análises. Ele escreveu, porém, que a privatização da empresa não está na mesa de discussão neste momento. Reunido com secretários estaduais de Fazenda ele cobrou da Petrobras e dos representantes dos estados alternativas para amenizar o aumento nos preços dos combustíveis.

O Conselho de Administração da Universidade de Brasília (CAD) aprovou uma resolução que coloca fim à exigência de comprovante de vacinação para acessar as dependências da instituição. Também foi aprovado o retorno ao trabalho presencial - o que atinge os servidores que ainda exerciam suas atividades em modo remoto. O passaporte da vacina deixará de ser cobrado a partir de 22 de maio. 

O secretário-geral da OTAN disse que a aliança militar do Ocidente está pronta para integrar a Finlândia “rapidamente” se ela se candidatar à adesão, após os chefes de Estado e governo do país nórdico declararem essa intenção no contexto da invasão da Ucrânia pela Rússia. Os ministros da Defesa dos países da OTAN vão se reunir neste fim de semana, em Berlim, para preparar a cúpula dos líderes da aliança, que será realizada em Madri no final de junho, e a possível adesão da Finlândia pode entrar na pauta. O Ministério da Defesa russo reiterou antigas ameaças e apontou que uma eventual entrada da Finlândia na aliança “forçaria a Rússia a tomar medidas retaliatórias.

Opinião de Luís Ernesto Lacombe, que fala sobre liberalismo e afirma que não há caminho para o povo em um estado inchado e espaçoso.

E a mãe tetraplégica que deu à luz gêmeos. Um acidente de carro há mais de 20 anos fez com que ela perdesse os movimentos, mas não a vontade de ter uma família e ser mãe. Vanessa se casou no ano passado e logo em seguida descobriu a gravidez. Antonela e Vinícius nasceram com 8 meses de gestação e precisam ficar pelo menos 3 semanas na UTI. O médico garantiu que a tetraplegia não vai impedir a amamentação.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]