i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
E ainda: Atualização Covid

3 notícias para começar a semana: isenção de IR, nova CPMF emperrada e Renda Cidadã

  • 29/09/2020 07:00
Isenção de Imposto de Renda
Isenção de Imposto de Renda para até R$ 3 mil mensais pode entrar na reforma tributária. O problema é que ela emperrou devido à proposta de “nova CPMF.| Foto: Bigstock

Para começar esse resumo de notícias. Em meio aos projetos que compõem a reforma tributária, que vem sendo proposta de forma fatiada, o governo Bolsonaro está com dificuldades de angariar apoio à tributação de transações digitais, também conhecida como “nova CPMF”. Por outro lado, a equipe econômica pode incluir na reforma um novo limite de isenção de imposto de renda.

Sem acordo. Líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR) comunicou que não houve acordo para apresentar o segundo projeto que faz parte reforma tributária, o imposto sobre transações digitais, similar à finada CPMF. De Brasília, Jéssica Sant’Ana explica por que o líder chegou à conclusão de que a Nova CPMF, “do jeito que está”, não passaria no Congresso.

 O que viria em troca. Uma das ideias para propor o novo imposto - que teria alíquota de 0,2% - seria desonerar a folha de pagamentos e aumentar a faixa de isenção de imposto de renda: de R$ 1.903,98 para R$ 3 mil mensais. O aumento da faixa é uma promessa de campanha de Jair Bolsonaro. Entenda por que o governo resolveu reduzir a “oferta da campanha” que propunha isenção para até R$ 5 mil.

Substituto do Bolsa Família. Enquanto a segunda etapa da reforma tributária não vinga, por outro lado, um novo programa social foi anunciado após Bolsonaro sepultar a proposta do Renda Brasil, que substituiria uma gama de programas sociais. Beneficiários do Bolsa Família e parte dos que recebem auxílio emergencial farão parte do Renda Cidadã. Em reportagem Fernanda Trisotto explica de onde virão os recursos para o novo programa, que ainda será apresentado ao Parlamento.

Utilidade pública

Fila da vacina.  Grupo de menor risco para o novo coronavírus, as crianças passaram a fazer parte de testes clínicos para o desenvolvimento de potenciais vacinas contra a Covid-19. São Saiba mais sobre a prioridade da fila de aplicação da vacina e veja informações sobre a ampliação da testagem do Instituto Butatã, parceiro no desenvolvimento da vacina chinesa Coronavac. A ampliação inclui testes em quem já teve diagnóstico positivo para Covid-19.

Atualização. Em 24 horas, o Brasil registrou 13.155 casos de coronavírus, com 317 óbitos. Segundo o último boletim do Ministério da Saúde, já são 4.745.464 diagnósticos, 142.058 mortes e 4.084.182 recuperados. Já a vizinha Argentina atingiu a maior taxa diária de mortes por Covid-19 entre países com mais de um milhão de habitantes. Leia na reportagem de Isabella Mayer o que está por trás das altas taxas diárias de morte por Covid-19 na Argentina, antes tida como exemplo.

Política e economia

Consequências do impasse. Com a tensão nas discussões da reforma tributária sobre a proposta da “nova CPMF” – mesmo com a ampliação da faixa de isenção de imposto de renda e desoneração de folha –, o presidente da comissão mista da reforma tributária no Congresso, senador Roberto Rocha (PSDB-MA), já admite rever todo o cronograma. Além disso, Bovespa despencou para baixo dos 95 mil pontos e o dólar subiu a R$ 5,63, maior valor desde 20 de maio.

Polêmica ambiental e revogaço. Presidido pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, o Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) extinguiu duas resoluções que delimitavam áreas de manguezais e de restingas. No Congresso, a oposição disse que irá ao Supremo contra a decisão. Essas são apenas duas revogações de uma “limpa” que o governo vem realizando em atos normativos considerados “inúteis”. Em um ano e meio, foram revogados mais de 3 mil decretos, portarias, resoluções, instruções normativas, ofícios e despachos; saiba mais sobre o “revogaço”.

Estados Unidos. Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump pode ser investigado por sonegação, após denúncia publicada no New York Times. Trump e seu oponente na disputa presidencial, o democrata Joe Biden, realizam às 22h desta terça-feira (29), em Cleveland (Ohio), o primeiro debate das eleições deste ano. Para você compreender melhor as eleições norte-americanas, separamos 8 pontos para explicar o processo eleitoral dos EUA. Além da denúncia contra Trump, pautas sobre costumes também devem surgir no debate em Cleveland, como a nova decisão da Califórnia em abrigar presidiários transgêneros conforme a preferência do preso.

O que mais você precisa saber hoje

Colunas e artigos

Debates atuais e pandêmicos. Em sua nova coluna, o escritor e jornalista Paulo Polzonoff faz uma crítica a rótulos, ignorância e má-fé sobre ultraconservadorismo. O jornalista Diogo Schelp complementa ao mostrar as feridas da polarização. Em meio à pandemia de coronavírus, a jornalista Cristina Graeml mostra a importância de não esquecer a prevenção a outras doenças e revela os casos estimados de câncer de mama no Brasil em 2020.  

Cristofobia. Madeleine Lacsko volta a falar sobre “Cristofobia” e denuncia reações à existência de dekasseguis cristãos, enquanto Fabio Marcelo Calsavara revela que oito cristãos são mortos todo dia vítimas de perseguição e ataques à fé. Sobre religião e espiritualidade, também vale a pena ler a coluna do filósofo Luís Felipe Pondé, que afirma: Não existe mais evolução espiritual.

Nossa visão

Editorial. O governo de Alberto Fernández, na Argentina, novas restrições ao câmbio na tentativa de frear um antigo hábito argentino: o de comprar dólares para escapar da desvalorização do peso, que já havia caído 25% na cotação oficial desde a posse. Não é novidade medidas nada produtivas da esquerda argentina. Leia no editorial: O kirchnerismo segue destruindo a Argentina.

Para inspirar

Psicologia do encorajamento. Repórter da Equipe Sempre Família da Gazeta do Povo, Lucian Haro entrevistou especialistas para falar sobre uma poderosa ferramenta para manter casais unidos: o encorajamento mútuo. Leia na reportagem como esse apoio não precisa, necessariamente, ser por palavras.

Aproveite as leituras e tenha uma boa semana!

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

    Fim dos comentários.