i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
E ainda: o desmonte da Lava Jato

Mercado reage a mudanças na Petrobras. Novo auxílio emergencial pode afetar saúde e educação

  • 23/02/2021 07:00
Petrobras - Bolsonaro
Sede da Petrobras no Rio de Janeiro.| Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Para começar este resumo de notícias. A decisão do presidente Jair Bolsonaro de trocar o comando da Petrobras, na última sexta-feira (19), teve forte impacto no mercado financeiro. Nesta segunda (22), as ações da petroleira brasileira operaram em forte queda e puxaram o Ibovespa, que fechou o pregão com redução de 4,7%. Somente nesse dia, a empresa perdeu R$ 72,6 milhões em valor de mercado. Em meio à reação negativa do mercado, Bolsonaro negou que esteja em curso uma interferência sua na Petrobras, disse que o presidente da estatal, Roberto Castello Branco “está há 11 meses em casa, sem trabalhar” e que é possível reduzir em ao menos 10% o preço do combustível “sem canetada”. E você, que acha da troca de comando na Petrobras? Vote na nossa enquete.

Impostos zerados. No mesmo dia que anunciou a troca de comando na Petrobras, Bolsonaro prometeu zerar os impostos federais que incidem sobre o diesel e o gás de cozinha. Para entender como as medidas devem ser aplicadas, Jessica Sant’Ana faz um apanhado do que sabe até aqui, quais serão os impactos para o consumidor e os efeitos no mercado.

Perdas bilionárias. As consequências das declarações do presidente nos últimos dias não se restringem à Petrobras e chegam também ao Banco do Brasil e à Eletrobras. Segundo levantamento da Economática, as três principais estatais federais perderam R$ 85,28 bilhões em valor de mercado em um único dia.

Utilidade pública

Planos de saúde. Quem é usuário de planos de saúde começou 2021 com uma notícia nada boa. Cerca de 25,5 milhões de consumidores tiveram um aumento atípico nas contas desses planos, que em alguns casos chegou próximo a 50%. A alta é efeito da chamada recomposição, ou seja, a cobrança retroativa de reajustes que foram suspensos em 2020 em razão da pandemia do coronavírus. Mas isso não significa que o usuário tenha que arcar com aumentos abusivos, pelo contrário. Célio Yano ajuda a entender o porquê dessa alta, como ela deve ser aplicada e o que o consumidor pode fazer.

Improvável. Em meio à pandemia que já provocou quase 2,5 milhões de mortes em todo o mundo, uma boa notícia: pesquisadores norte-americanos indicaram que é muito improvável a transmissão do novo coronavírus por alimentos ou embalagens. O comunicado conjunto feito pela FDA e a USDA (órgãos americanos de alimentação e agricultura, respectivamente) sustenta que a “Covid-19 é uma doença respiratória transmitida de pessoa para pessoa”, diferente de outros vírus transmitidos por meio de alimentos contaminados.

Atualização. Em 24 horas, entre domingo (21) e segunda-feira (22) o Brasil registrou mais 26.986 casos do novo coronavírus, e 639 mortes pela doença, segundo o último boletim divulgado pelo Ministério da Saúde. Ao todo, o Brasil já registrou 10.195.160 diagnósticos positivos, com 247.143 óbitos e 9.095.483 recuperados.

Política e economia

Saúde e educação. A proposta de emenda à Constituição (PEC) que permitirá o pagamento de uma nova rodada do auxílio emergencial pode acabar com os mínimos constitucionais para investimento em saúde e educação. É isso que prevê a minuta do relatório da proposta apresentada pelo senador Márcio Bittar (MDB-AC) a líderes partidários. O texto ainda está sendo costurado pelo governo e pela cúpula do Congresso, podendo sofrer alterações, mas a previsão é que seja votado pelo plenário do Senado na próxima quinta-feira (23). De Brasília, Jéssica Sant’Ana detalha a proposta apresentada ao Senado e quais seus impactos.

Desmonte da Lava Jato. A dissolução da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, no início do mês, compõe um cenário maior de desmonte das ações de combate à corrupção no país. Quem afirma é o ex-coordenador da operação no Paraná, o procurador Deltan Dallagnol. Em entrevista ao jornalista Rodolfo Costa, Deltan diz que esse desmonte se concentra em três frentes, mas também acredita que é possível conter o retrocesso com a eleição de políticos comprometidos com a agenda anticorrupção. O procurador fala ainda do inquérito que apura a suposta atuação da Lava Jato para intimidar ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e das mensagens hackeadas da operação. Leia a entrevista.

Giro pelo mundo. As temperaturas mais baixas registradas no estado do Texas nos últimos 30 anos deixaram milhões de pessoas sem energia elétrica no sul dos Estados Unidos na semana passada. Entenda quais fatores levaram a esse blackout. Ainda nos Estados Unidos, a Suprema Corte rejeitou pedido do ex-presidente Donald Trump de bloquear o acesso à sua declaração de impostos pelo procurador de Nova York. No Reino Unido, o primeiro-ministro Boris Johnson defendeu um plano de reabertura gradual da economia do país frente à pandemia, em etapas e “sem recuos”.

O que mais você precisa saber hoje

Liberdades. “Lockdown do espírito humano é inaceitável”, diz Ernesto Araújo à ONU

Entrevista. Sara Winter se aposenta de ativismo e funda Clube de Alta Cultura

Temores. Por que o brasileiro está menos confiante e como isso afeta a retomada da economia

Educação. UFPR anuncia adiamento do vestibular marcado para o próximo domingo

Colunas e artigos

Liberdade de expressão. Na semana passada, o YouTube retirou um vídeo de humor do ar sob a justificativa de que promovia bullying. Por outro lado, a plataforma brigou para manter no ar outro vídeo com potencial risco de violência real. Madeleine Lacsko analisa esse duplo padrão para “liberdade de expressão”. Liberdade de expressão também é o tema da crônica de Polzonoff, que discute de maneira peculiar como ideias são recebidas pelo público leitor. Confira também a entrevista feita por Cristina Graeml com o Alfredo Scaff Filho, pré-candidato à presidência da OAB-SP, sobre o racha na entidade e o levante contra o ativismo judicial.

Nossa visão

Privatizações. Após criar a dificuldade, o Supremo entregou a facilidade. É assim que se deve entender uma decisão recente da corte, que por 9 votos a 2 considerou a legislação já existente desde a década de 1990 como suficiente para permitir a privatização da maioria das estatais, atenuando o efeito de uma decisão bastante equivocada de junho de 2019 e que colocava em risco qualquer ambição privatizante, deste ou de qualquer outro governo futuro. Tema para o nosso novo editorial: Um obstáculo a menos para as privatizações.

A lógica é simples: faz sentido que seja preciso aprovar uma lei para se criar uma situação extraordinária, mas não para que se restaure a normalidade. Mas, em 2019, apenas o ministro Roberto Barroso percebeu a obviedade, ficando sozinho ao afirmar que “para desinvestir, não vale a mesma regra que vale para criar”, ou seja, que não era necessária lei alguma para privatizações, com exceção daquelas empresas explicitamente citadas na legislação.

Para inspirar

Leitura com os filhos. Contar histórias é uma das tradições mais antigas da humanidade. E as crianças adoram, afinal, quem não se lembra de alguma aventura mágica ou divertida que ouviu na infância? E mais: um trabalho recente mostrou que a leitura para crianças impacta positivamente o desempenho acadêmico de longo prazo. Por isso, o Sempre Família preparou uma lista com seis coisas que você deve fazer ao ler com seu filho. Um bom dia e uma ótima semana!

4 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 4 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • G

    Georgia Souza

    ± 3 horas

    Volta Salim.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • S

      Sergio

      ± 3 horas

      Esse impulso é a saída do armário e o populismo que estava enrustido. É um perfil perigoso. Pois, antes da eleição era uma pessoa e depois com o cargo de presidente outro. Se mostra capitalista (anticomunista) no discurso e na prática por modista adota práticas socialistas. Critica a Venezuela e faz a mesma coisa, como gerenciar diretamente por meio de militares a sua petrolífera e subsidiar combustíveis aos seus eleitores.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • J

        José Luiz A. C.

        ± 3 horas

        O "mercado" deveria sair da tutela do Estado e fazer campanha pela privatização das estatais.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • A

          Ari Borgonovo

          ± 4 horas

          Gostei do prejuizo da Petrobrás. Afinal de contas se tivesse baixado o preço dos combustiveis iria ter todo este prejuizo? Tinha que aproveitar e fazer uma Cpi da Petrobras e ver oque acontece por lá. EXplique porque tem que fazer este passeio com a Gasolina? só pra falsificar a mesma? Encher os bolsos dos atravessadores? Pra mim a mistura de Etanól na gazolina é uma falcificação, poi se o etanol é mais barato porque sobe tanto a gazolina e o etanól sobe junto,.Notaram que o preço do etanol deixa o consumo igualzinho o da gasolina? . E o botijào de gaz? termina o gaz da impressão que ainda esta pela metade? Cade a fiscalização . Porque o procom Não manda a ficalização pesarem os bujões

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          Fim dos comentários.