i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Sem cloroquina, com remdesivir

Trump tem alta, mas partido enfrenta surto de Covid. E o jantar de reconciliação entre Maia e Guedes

  • 06/10/2020 07:00
donald-trump-alta
O presidente americano Donald Trump retira a sua máscara ao chegar na Casa Branca, depois de ser liberado do hospital militar Walter Reed, onde estava para tratamento de Covid-19. Trump teve alta por volta das 19h30, horário de Brasília.| Foto: Nicholas Kamm/AFP

Para começar esse resumo de notícias. Após contrair coronavírus, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi internado na sexta-feira (2). Trump teve alta nesta segunda (5); veja como foi. Além de suporte de oxigênio, ele recebeu dois tratamentos: uma infusão de anticorpos policlonais e o antiviral remdesivir. Editora de Saúde, Helen Mendes explica para quem o tratamento de Trump, que incluiu também a dexametasona, é recomendado.

Alta hospitalar. Apesar de enfrentar um caso moderado da doença, antes de Trump ter alta, ele reforçou o discurso pró-abertura econômica e pediu para que as pessoas não temam a Covid. A doença trouxe consequências não apenas à saúde do presidente e à equipe de Trump, como a secretária de imprensa, que também foi contaminada: houve um surto de Covid-19 no partido Republicano em pleno momento de disputa pela reeleição de Trump.

Eleições nos EUA. Neste momento decisivo da campanha, tanto para democratas quanto para republicanos, o experiente jornalista Diogo Schelp analisa o impacto da contaminação de Trump nas eleições presidenciais dos EUA, que ocorrem dia 3 de novembro.

Podcast 15 Minutos

Utilidade pública

Atualização e reinfecção. No Brasil, foram registradas 323 mortes por Covid-19 e 11.946 casos em 24 horas, segundo o último boletim do Ministério da Saúde. O país acumula 146.675 óbitos, 4.927.235 diagnósticos e 4.295.302 recuperados. Já a Europa entrou em alerta com um novo aumento de casos. Mesmo quem foi contaminado precisa ficar atento. Editora de Saúde, Amanda Milleo explica o que já se sabe sobre a reinfecção pelo novo coronavírus.

Vacina russa e poliomielite. Também no estado paranaense, onde será testada e produzida a vacina russa, um dossiê atrasou os testes; entenda na reportagem de Celio Yano por que ainda não há previsão de quando o protocolo será finalizado. Mas, além da Covid-19, há outras doenças que não podemos esquecer. O Brasil iniciou a campanha de vacinação contra a poliomielite, que tem como público-alvo crianças de até 5 anos. Somente em Curitiba são 90 mil crianças que precisam ser vacinadas.

Política e economia

Jantar de reconciliação. A insistência do ministro da Economia, Paulo Guedes, em criar um imposto sobre transações digitais e a resistência de parlamentares interditou o debate da desoneração da folha de pagamentos. Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia rompeu abertamente com Guedes e já disse ser contra a tributação. Nesta segunda, eles se reuniram em um jantar para “aparar arestas” e anunciaram pacificação; leia no texto de Olavo Soares. A promessa é de ações conjuntas pelas reformas. Em reportagem, Jéssica Sant’Ana revela opções para a desoneração da folha de pagamento que podem ser debatidas.

PIX e IR. Alternativa às transferências DOC e TED, em seu primeiro de cadastros, o PIX (novo sistema de pagamento instantâneo dos bancos) superou 1 milhão de pedidos de chaves ao meio-dia. À noite, já eram mais de 3,5 milhões. E por falar no universo econômico, a equipe de Guedes pode eliminar os descontos no imposto de renda para bancar o Renda Cidadã. Qual a sua opinião? Responda em nossa enquete.

Eleições. Segundo levantamento da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), com base nos dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 117 cidades têm apenas um candidato a prefeito. Há mais de 2 mil municípios com apenas dois candidatos. Veja mais informações sobre a pesquisa e confira ainda como Bolsonaro, ministros e redes sociais já trabalham pensando em outra eleição: na de 2022.

Giro pelo mundo. A Argentina resolveu ampliar o limite marítimo para além da América do Sul; entenda no texto de Célio Martins. O caso foi contestado pelo Chile. Na Colômbia, as Farc assumiram a autoria do assassinato de um ex-candidato presidencial, morto em 1995. Em Londres, o tribunal de apelações anulou uma decisão que dava ao presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, direito a decidir o destino de 30 toneladas de ouro venezuelano nos cofres do Banco da Inglaterra. O Corte aceitou um pedido de representantes do ditador Nicolás Maduro.

O que mais você precisa saber hoje

Colunas e artigos

Webcrentes e religião na web. Já ouviu falar nesse termo? São jovens influenciadores digitais cristãos, com suas próprias referências, artistas, pastores e acadêmicos. A jornalista Maria Clara Vieira explica quem são os jovens evangélicos que movimentam a internet. E por falar em religião, o escritor e jornalista Paulo Polzonoff recomenda um livro para você conhecer um pouco mais dos evangélicos. O livro que Polzonoff apresenta é um e-book gratuito sobre o fenômeno da ascensão da comunidade evangélica brasileira, disponibilizado gratuitamente pela Gazeta do Povo.

Debates pandêmicos. A contaminação de Donald Trump por coronavírus acirrou ainda mais o debate político da doença. O colunista econômico questiona: O novo coronavírus pode decidir as eleições nos EUA? Nessa linha, o colunista Luciano Trigo apresenta poemas ancorados em uma estranha realidade, da política à Covid-19. Complementando o debate pandêmico, o Afonso Dinis Costa Passos, médico sanitarista e professor titular do Departamento de Medicina Social da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (USP), traz uma sóbria explicação acerca de epidemiologia em tempos de Covid.

Nossa visão

Editorial. No Brasil do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), um sacerdote católico foi condenado a pagar indenização a um casal, por ter impetrado habeas corpus em favor de um bebê que estava para ser abortado. Tema para editorial da Gazeta do Povo: O preço do desprezo pelo direito à vida.

O desprezo pelo instituto do habeas corpus patrocinado pelos tribunais superiores criminalizou o exercício de um direito básico, algo incompatível com um Estado Democrático de Direito.

Para inspirar

Gorjeta de 12 mil. Em uma pizzaria em Utah, nos Estados Unidos, um entregador ficou famoso no TikTok. Derlin Newey tem 89 anos e começou a fazer entregas para complementar a aposentadoria, insuficiente para arcar com todos os custos de vida. O resultado foi uma gorjeta de US$ 12 mil; confira essa história levantada pela Equipe Sempre Família.

Tenha uma ótima semana!

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 1 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • J

    JOSMAR PORTUGAL VAZ

    ± 39 minutos

    Guedes, o Pinocchio do posto Ipiranga, quer criar de qualquer jeito, meio goela abaixo a nova CPMF , imposto cruel , injusto e que só dá certo no Brasil. O governo não fala em cortar gastos , enxugar a máquina pública. Bolsonaro, caladinho concorda com tudo. Está contra o povo que tanto lhe apoiou . Que vergonha .... Brasil : desordem e desprogresso.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]