i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Carlos Heitor Cony

Foliões avulsos

  • Porredacao@gazetadopovo.com.br
  • 07/03/2011 21:08
 |
| Foto:

Durante anos, trabalhei como editor de uma revista de atualidades amenas. Minha ‘finest hour’ eram os números dedicados ao Carnaval.

O produto precisava estar nas bancas na manhã da Quarta-Feira de Cinzas, varava três dias e três noites ajustando o time da redação, da gráfica e da distribuição, daí que sempre acontecia qualquer barbaridade.

Lembro algumas gafes: um dos blocos programados não desfilou e havia uma página a ele dedicada. Bolei uma sucessão de fotos individuais.

Na confusão da hora, a gráfica me cobrando o material, o contínuo da redação mostrou-me de longe uma foto destinada a um ensaio sobre Jorge Luis Borges, que deveria sair na semana seguinte.

Fiz um gesto qualquer e o Evaldo pensou que fosse de aprovação. Botou a foto na mesa do Flávio de Aquino, que estava fechando aquela página.

Crítico de arte, professor universitário, Flávio era distraído e já havia criado uma das melhores definições de arte que conheço: ‘A arte foi feita para chatear o Flávio de Aquino’. Por isso ou aquilo, ele não pediu explicações e ninguém as deu.

A foto mostrava Borges de casaca, bengala e óculos escuros, numa cerimônia ao lado do editor Harold MacMillan, que por sinal era primeiro-ministro da Inglaterra e estava igualmente de casaca, bengala e óculos escuros. Bastante idosos, trêmulos, os dois pareciam cair pelas tabelas, sustentando-se com dificuldade.

O Flávio era um redator categorizado, mandei a matéria para a oficina sem ler a legenda que ele tinha bolado. O título que deu para a foto foi ‘Foliões avulsos’. E o texto era mais ou menos assim: ‘Dois foliões de um bloco do Catumbi causaram sensação e arrancaram muitas palmas da Marquês de Sapucaí’.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.