• Carregando...

Um levantamento do Ministério da Saúde mostra que no ano passado 58% dos brasileiros não tinham acesso adequado a escovas de dente. São pessoas que consumiram o produto de forma esporádica ou inadequada – uso prolongado da mesma escova – ou que nunca o tiveram. A não-utilização e o uso compartilhado de escovas de dentes no país são mais comum do que se imagina. O problema também ocorre nos grandes centros: praticamente todas as capitais brasileiras apresentam índices de acesso zero ao produto. Dificuldade financeira é a razão pela qual mais da metade dos brasileiros não utiliza a escova de dentes de maneira adequada, seguido por desconhecimento. Já foi pior. Em 2003, o índice de acesso zero chegava a quase 65%. A meta agora é a distribuição de kits com escova e pasta para alunos do ensino fundamental e médio nas escolas públicas das áreas de baixo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), um total de quase 1.200 municípios brasileiros. Políticas públicas desse gênero podem parecer simples demais aos olhos dos burocratas, mas são fundamentais para a construção de uma nação menos desigual.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]