i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Coluna do Leitor – 16/8/2017

Lula 1

  • Porleitor@gazetadopovo.com.br
  • 16/08/2017 00:01

Lula é um cara de sorte. Em 2005, graças à ingenuidade de FHC, saiu impune do mensalão. Mas agora, mesmo condenado na primeira instância e denunciado em um punhado de outros processos, no Nordeste, em plena campanha presidencial para 2018, deu a seguinte declaração: “vou ganhar e fazer regulação da imprensa”. Foi assim que Hugo Chávez iniciou seu governo ditatorial na Venezuela, ao qual Nicolás Maduro está dando continuidade: controlando a imprensa.

Humberto Schuwartz Soares

Lula 2

Um absurdo, mas nem tanto, essa concessão de título de doutor honoris causa ao Lula. Absurdo, pois denigre a honraria dada a todos aqueles que fizeram por merecê-la, por terem se destacado dentro de suas áreas, trazendo algum benefício à sociedade. Nem tanto absurdo, pois as universidades estão inundadas de pessoas sem visão, que defendem ideologias destrutivas, dão aval à desordem, não se preocupam com o progresso, e acham que discordar do óbvio – que o Lula só promoveu a luta entre classes, pregou o desrespeito às instituições, foi irresponsável com o dinheiro público e mostrou desprezo à boa educação – é algum sinal de inteligência, que os coloca acima dos demais. Esse é um dos motivos que mostram por que a educação no país teve um retrocesso imenso nos últimos 15 anos. Espero que a Justiça dê o diploma que ele realmente merece: “melhor comportamento na cadeia”.

Ricardo Fanti

Sergio Moro

Nenhum cidadão ético, moral, honesto e comprometido com o país e seu povo, como Sergio Moro, se envolve em política no Brasil por dois motivos: Nunca conseguirá fazer nada sem que precise aliar-se aos corruptos e imorais; e será “fritado” de imediato caso queira impor ética e moral. Sergio Moro será muito mais útil ao país fazendo o que está fazendo do que se envolvendo com facções criminosas.

Antônio Carlos Wanderley

Parlamentarismo

Os brasileiros foram chamados a opinar em plebiscito em 21 de abril de 1993 e decidiram que não queriam o parlamentarismo. Aliás, o povo brasileiro decidiu pelo presidencialismo e sistema republicano. Ou seja, essa ideia esdrúxula de adotarmos o parlamentarismo não passa de oportunismo barato desses socialistas que sabem que o povo irá votar em peso em Jair Bolsonaro, pois a população brasileira majoritariamente é de direita – conservadora ou liberal, mas de direita – e nunca fomos representados por nenhum dos 36 partidos socialistas ou comunistas, filiados ao Foro de São Paulo, com agenda estranha aos interesses do Brasil. Parlamentarismo não, de novo, não!

Rosane Mara Stocchero

Gastos do governo

Não é necessário ser um grande economista para saber que, se um governo gasta mais do que arrecada, simplesmente as contas não fecharão. Não basta o país crescer, o governo privatizar empresas, e, ao fim do mês, seu saldo ficar abaixo do esperado. O governo vive pedindo sacrifício da população, que não aguenta mais pagar uma carga tributária pesadíssima sem receber nada em troca. Deveria o governo também reservar um valor para ter saldo positivo, como faz a maioria das pessoas com seus parcos salários. Como melhorar essa economia se, a cada vez que o governo precisa fazer uma reforma ou votar uma PEC, é obrigado a comprar o voto dos parlamentares? Essa gente acostumou-se ao toma lá dá cá e nem enrubesce ao sangrar o país. Caberá à sociedade estar atenta a esses movimentos e cobrar das excelências nas urnas.

Izabel Avallone

Inflação

A inflação é um “imposto” cruel que corrói os ganhos dos mais pobres, dos que não têm acesso a meios de proteger o seu patrimônio. A inflação é o resultado da displicência do poder central, que resolve lançar mão de métodos mágicos e rápidos para resolver problemas correntes, criando pesadelos futuros. Quem tem mais de 40 anos conhece bem o pesadelo da inflação. Deus nos livre de voltarmos aos tempos da inflação galopante.

Elcio André Paludo

Servidor público 1

É interessante que haja avaliação de desempenho do servidor público, mas que esta não seja feita por servidores comissionados. Dando um exemplo: numa prefeitura os servidores efetivos (concursados) são orientados a deixarem suas atividades para fazerem campanha para reeleição do atual prefeito. Os que se recusarem serão avaliados negativamente pela chefia, principalmente se este chefe for um comissionado, que depende da reeleição do prefeito para manter seu cargo. A chance de isso acontecer com um servidor efetivo avaliando outro seria bem menor e diminuiria a chance de os comissionados perseguirem seus desafetos.

Alex Fox

Serviço público 2

A excessiva estabilidade é a principal causa da baixa produtividade dos funcionários públicos. Tem de haver demissão por baixa produtividade, assim como acontece na economia privada.

Jorge Hardt Filho

Transtorno de atenção 1

Professores “diagnosticam” transtornos irreais na maioria dos casos. Assustados, os pais levam seus filhos aos médicos, enchendo-lhes de medicação dormente para neutralizar possível hiperatividade! Será que uma criança irrequieta, ativa, não está demonstrando somente saúde? Professores, ensinar é um dom, uma arte, uma missão! Hoje, o magistério transformou-se numa carreira exclusivamente remuneratória e atrelada à ideologia marxista de modo generalizado. Os alunos são tratados como se fossem crianças robotizadas.

Luiz Schuwinski

Transtorno de atenção 2

Se eu fosse ouvir as néscias e néscios que habitam as escolas primárias brasileiras, teria medicado minha filha que foi diagnosticada como hiperativa. Na realidade, ela era uma criança normal. Como é hoje, inclusive. É uma designer supercriativa. Ainda vejo meus sobrinhos serem diagnosticados como hiperativos, disléxicos e outras baboseiras. Num país de néscios, isto é um trunfo para ignorantes!

Antônio Carlos Moreira

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.