• 27/10/2020 19:10
Propaganda irregular

Eleições 2020: Em um dia, multas a campanha de Francischini somam R$ 400 mil

  • 27/10/2020 19:10
    • Gazeta do Povo
    Prédio da Justiça Eleitoral em Curitiba
    Prédio da Justiça Eleitoral em Curitiba| Foto: Arquivo Gazeta do Povo

    Em mais uma decisão desta segunda-feira (26), publicada na tarde de terça-feira (27), o juiz eleitoral Rodrigo Domingos Peluso Junior condenou a Coligação Gente em Primeiro Lugar, do candidato a prefeito Fernando Francischini (PSL), a pagar mais R$ 320 mil em multas e a perda de 22 minutos de propaganda eleitoral gratuita. O motivo foi o descumprimento de medidas liminares que impediam a coligação de veicular na televisão propaganda política considerada irregular. A equipe jurídica da campanha, no entanto, afirma que vai recorrer da decisão e comprovar que cumpriu a determinação judicial. No mesmo dia, a coligação já havia recebido multa de R$ 80 mil por motivo semelhante. Ambas as sentenças são de primeira instância. Na decisão mais recente, a coligação é condenada por usar o horário destinado a propaganda dos vereadores para, segundo a sentença, divulgar a candidatura a prefeito. Mesmo após liminar determinando a suspensão da propaganda questionada, ela teria sido veiculada 64 vezes, segundo o que consta no processo judicial. A multa foi estipulada em R$ 5 mil para cada exibição.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.