Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Aeroporto Internacional Afonso Pena passa integralmente à CCR nesta quinta-feira, 31 de março.
Aeroporto Internacional Afonso Pena passa integralmente à CCR nesta quinta-feira, 31 de março.| Foto: Divulgação/SMCS

A CCR Aeroportos assume totalmente, a partir desta quinta-feira (31), a gestão do Aeroporto Internacional Afonso Pena (em São José dos Pinhais, na grande Curitiba) e do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu/Cataratas (no oeste do Paraná). Os outros dois aeroportos paranaenses arrematados em leilão da Agência Nacional de Aviação (Anac), em abril de 2021, Londrina (no norte) e Bacacheri (em Curitiba), já passaram integralmente às mãos da CCR no dia 9 de março.

Receba as principais notícias do Paraná pelo WhatsApp

Desde novembro último, quando assinou o contrato de concessão, a CCR vinha administrando os aeroportos paranaenses por meio de gestão compartilhada com a Infraero, numa fase de transição. Agora, a Infraero se afasta e a concessionária passa a responder sozinha pelos terminais.

A concessionária informou que as primeiras mudanças serão relacionadas à segurança e ao conforto dos passageiros, com serviços de sinalização, pintura, aplicação de nova identidade visual, higiene e limpeza, entre outros. A empresa está firmando uma série de parcerias para melhorar as opções de serviços. Dentre eles, a oferta de wi-fi, que terá sua velocidade aumentada em 10 vezes nos novos aeroportos sob sua gestão.

Foi também firmado contrato entre a CCR e o Grupo Med+, que começará a atuar nos  aeroportos Afonso Pena e Foz do Iguaçu. Nos aeroportos de Londrina e do Bacacheri esse atendimento já está funcionando desde o dia 9 de março. O grupo é líder em urgência e emergência médica no Brasil e prestará serviços nas áreas de Medicina Aeroportuária (APH -Atendimento Pré-Hospitalar) e Bombeiro Aeródromo.

De acordo com informações do Grupo Med+, o investimento para atuar nos quatro aeroportos do Paraná foi de R$ 980 mil. O contrato com a CCR Aeroportos também possibilitou a abertura de 190 vagas de emprego no estado.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]