i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Chuvas

Chuvas mais frequentes em novembro, mas problemas de desabastecimento vão continuar em Curitiba

  • PorTribuna do Paraná
  • 01/11/2020 16:01
chuvas em Curitiba
Chuvas vão ser mais comuns em Curitiba a partir do dia 9| Foto: Aniele Nascimento/Arquivo Gazeta do Povo

Uma prévia sobre como o tempo deve se comportar Paraná em novembro indica que as chuvas ainda ficam abaixo da média histórica em todas das regiões do estado. Apesar disso, segundo o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), as precipitações vão se tornar mais frequentes a partir do próximo dia 9. Na segunda-feira (2), o Simepar deve emitir um relatório completo com o resumo das chuvas registradas em outubro. A chuva é bastante esperada para amenizar a situação dos reservatórios que abastecem Curitiba. Nesse domingo, os níveis estavam em 29,83%

Receba as notícias do Paraná pelo WhatsApp

Segundo a previsão para novembro, as massas de ar frio ainda vão influenciar o tempo ao longo deste mês. O Simepar aponta que as ondas de ar frio não atingem diretamente o Paraná, porém, elas se deslocam pelo oceano muito próximas da costa leste da região Sul do Brasil. “Favorecendo o predomínio de ventos de leste/sudeste, como o que estamos vivenciado neste final de outubro em Curitiba e região”, explica o meteorologista Reinaldo Kneib, do Simepar.

Desta forma, um ar ligeiramente frio ou menos aquecido deve manter as temperaturas amenas em vários momentos de novembro, nas diversas regiões o estado. “Ondas de calor mais expressivas devem apenas ser registradas nas áreas ao Norte e Oeste do estado. Contudo, não há previsão de ondas de calor tão intensas e prolongadas como foi registrado entre setembro e início de outubro”, diz Kneib.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

    Fim dos comentários.