i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Coronavírus

Mortalidade por Covid-19 deixa Paraná em patamar semelhante a França e Holanda

  • 24/10/2020 18:00
Leito de UTI para tratamento de pacientes com Covid-19.
Leito de UTI para tratamento de pacientes com Covid-19.| Foto: Rodrigo Felix Leal/AEN

O Paraná superou, na última sexta-feira (23), a marca de 5 mil mortes por Covid-19, desde o início da pandemia, em março. Com a curva da doença desacelerando no estado, a mortalidade do coronavírus na região segue bem abaixo da média nacional e deixa o Paraná com números semelhantes aos de França e Holanda.

As principais notícias do Paraná no seu whatsapp

Com uma população de 11,5 milhões de habitantes, o Paraná alcançou uma mortalidade de 437 vítimas da Covid-19 por milhão de habitantes. Se fosse um país, o Paraná estaria em 17º lugar no ranking mundial da doença (entre países com mais de um milhão de habitantes), entre a França, com mortalidade de 506 por milhão e a Holanda, com 391. O estado tem mortalidade média bem abaixo da nacional: o Brasil tem 710 mortes por milhão, quinto colocado no ranking mundial liderado pelo Peru, com 1.014 óbitos por milhão de habitantes. Confira o ranking mundial da Covid-19.

Comparativo do Paraná com outros países por mortes por Covid-19 por milhão de habitantes

Dados da última sexta-feira, apenas com países com mais de um milhão de habitantes

  • 1º Peru - 1.014 mortes/milhão de habitantes
  • 2º Bélgica - 884
  • 3º Bolívia - 715
  • 4º Espanha - 715
  • 5º Brasil - 710
  • 6º Chile - 702
  • 7º Equador - 695
  • 8º México - 655
  • 9º EUA - 653
  • 10º Reino Unido - 637
  • 11º Itália - 600
  • 12º Suécia - 585
  • 13º Panamá - 582
  • 14º Colômbia - 553
  • 15º Argentina - 544
  • 16º França - 506
  • 17º Paraná - 437
  • 18º Holanda - 391

Dentro do território nacional, o Paraná é o 11º estado no número total de mortes, mas, por conta de sua população, apenas o 25º na mortalidade. Apenas Santa Catarina (410) e Minas Gerais (386) têm menos mortes por milhão de habitantes. Por outro lado, cinco estados brasileiros têm mortalidade superior à do Peru e liderariam o ranking mundial: Distrito Federal, Rio de Janeiro, Roraima, Mato Grosso e Amazonas. Veja os números do coronavírus no Brasil.

Redução da velocidade dos óbitos

Com o pico da mortalidade no estado atingido em 4 de agosto, o Paraná vem registrando queda na velocidade do crescimento dos óbitos. Para o estado dobrar de 2.500 para 5 mil mortes, transcorreram 71 dias, desde 13 de agosto, quando a região chegou a 2.546 mortes. A dobra de 2 mil para 4 mil mortes ocorreu em tempo bem mais curto – 46 dias, entre 3 de agosto e 18 de setembro. Mesmo o crescimento em números absolutos vem ocorrendo de maneira mais lenta. De 2 mil para 3 mil mortes no estado, passaram-se apenas 22 dias; de 3 mil para 4 mil, 24 dias; e, agora, de 4 mil óbitos para os 5.035 desta sexta-feira, foram 35 dias.

2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 2 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • P

    Paula Asinelli

    ± 0 minutos

    Poderíamos ter bem menos mortes, se tivessem feito tratamento precoce, assim como foi feito em Santa Catarina!!!! Secretários da saúde não merecem nenhum agradecimento, e sim os médicos e enfermeiros que cuidaram de seus pacientes!!!! Nossos governantes foram uns frouxos, isso sim!!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    JP

    ± 12 horas

    Parabéns ao médicos, hospitais, enfermeiros e secretarias Estadual e municipais do estado. Tenham todo o meu agradecimento e reconhecimento pelo trabalho, esforço e competência. Obrigado.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]