i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
São José dos Pinhais

Gaeco faz busca e apreensão em endereços de vereador acusado de “rachadinha”

    • Gazeta do Povo
    • 03/03/2020 12:26
    Gaeco
    | Foto: Arquivo/Gazeta do Povo

    Endereços de trabalho e residência do vereador Edson Dangui (PSC), de São José dos Pinhais, foram alvo de mandados de busca e apreensão na manhã desta terça-feira (03).

    Segundo investigação da 2ª Promotoria de Justiça da comarca, o vereador, com o auxílio de seu chefe de gabinete, coagia assessores para que repassassem a ele parte do salário - prática ilegal conhecida como "rachadinha".

    Foram encontrados R$ 28.024,00 em dinheiro na casa do vereador e outros R$ 1.500,00 no gabinete. Os valores, entretanto, não foram apreendidos por ausência de ordem judicial.

    Os mandados foram cumpridos pelo Núcleo de Curitiba do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Paraná. Decisão judicial também determinou o afastamento do vereador e de seu chefe de gabinete do exercício de suas funções pelo período de 180 dias. Os dois estão impedidos de acessar e frequentar a sede da Câmara, assim como de manter contato com testemunhas do processo.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.