Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
A remessa totaliza 319.050 ampolas de medicamentos, divididos entre bloqueadores neuromusculares, sedativos e analgésicos
A remessa totaliza 319.050 ampolas de medicamentos, divididos entre bloqueadores neuromusculares, sedativos e analgésicos| Foto: ARI DIAS/AEN

No Paraná, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) está enviando a hospitais e municípios nesta sexta-feira (16) um lote com 319.050 ampolas de medicamentos que integram o chamado kit intubação, utilizado para atendimento a pacientes com quadros graves de Covid-19. Segundo a Sesa, trata-se do maior lote já encaminhado às regionais desde o início da pandemia. Apesar disso, no cálculo da Sesa, a quantidade seria suficiente para abastecer apenas quatro dias nos hospitais de contingência.

Cadastre-se e receba as principais notícias do Paraná pelo celular

“Os medicamentos que estão indo para os hospitais de contingência duram aproximadamente quatro dias, junto dos estoques que eles já possuem. Estamos trabalhando para ter o máximo de tempo possível de consumo médio no estoque dos hospitais”, disse Nestor Werner Junior, diretor-geral da pasta. “Já os medicamentos que estão indo para os municípios têm uma durabilidade maior, e devem durar em torno de 15 dias”, completou ele.

Os medicamentos estão divididos entre bloqueadores neuromusculares, sedativos e analgésicos e estão sendo enviados para todas as regionais de Saúde.

De acordo com a Sesa, parte foi adquirida pelo consórcio Paraná Saúde, que normalmente realiza a compra de medicamentos de atenção básica para 398 municípios do Estado. As aquisições do consórcio somam 110,5 mil unidades, sendo 69 mil de Midazolan e 41,5 mil de Fentanila. Foi a primeira compra de medicamentos do kit intubação pelo Paraná Saúde. Os medicamentos vão para pacientes de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), hospitais de pequeno porte e prontos-socorros municipais de 137 municípios que atuam no enfrentamento à Covid-19.

Além dos medicamentos adquiridos pelo consórcio, 208.550 unidades de sedativos, analgésicos, bloqueadores neuromusculares e drogas vasoativas serão destinadas aos 59 hospitais que integram o Plano de Contingência da Sesa no combate à pandemia. São 180.615 adquiridos pela Sesa e 27.935 unidades repassados pelo Ministério da Saúde por requisição administrativa. As compras totalizam R$ 1.801.291,84 - R$ 1.441.254,95 investidos pelo governo estadual.

2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]