Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Prefeito Rafael Greca fala de lockdown em vídeo sobre medidas para frear a aceleração da transmissão do coronavírus.
Prefeito Rafael Greca fala de lockdown em vídeo sobre medidas para frear a aceleração da transmissão do coronavírus.| Foto: Reprodução Facebook Rafael Greca

O prefeito Rafael Greca (DEM) admite que poderá decretar lockdown em Curitiba se as novas medidas adotadas na bandeira laranja não funcionarem para frear o avanço acelerado da pandemia, situação que sobrecarrega o sistema de saúde da capital e de todo o Paraná.

Receba as principais notícias do Paraná no celular

“Curitiba sempre esteve aberta, com restrição de um ou outro setor dentro das determinações sanitárias. Mas se passada essa fase de bandeira laranja com emergência de alerta máximo [sem resultado], aí sim nós seremos obrigados a um lockdown”, declarou Greca em pronunciamento no Facebook.

“Colocamos ano passado R$ 2,2 bilhões só no sistema público de saúde, no SUS curitibano. Está tudo no Portal da Transparência. O que não está no Portal da Transparência é nossa aflição, nossa dor, nosso desespero, o nosso sentimento de enxugar gelo”,  completou Greca, referindo-se à insistência de parte da população em não cumprir medidas preventivas, como o uso de máscara, a higienização das mãos e, principalmente, a participação em aglomerações.

Para reabrir o comércio nesta quarta-feira (10), após dez dias fechado por decisão do município de acatar o decreto estadual, a prefeitura determinou que as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) atendam somente pacientes com Covid-19, mais especificamente, os casos graves, diante da falta de leitos nos hospitais. A reabertura acontece no pior momento da pandemia, com o Paraná liderando disparado a transmissão acelerada do coronavírus entre todos os estados.

Greca apelou para que a população tome todas as medidas sanitárias preventivas para que o quadro não se agrave ainda mais. Terça-feira (9), a capital registrou 93% de ocupação de leitos para tratamento de coronavírus, taxa que estava em 96% segunda-feira (8) e que só baixou após a reabertura de mais 12 leitos.

“Por misericórdia, em nome de deus, em nome de Jesus, eu suplico, eu peço, sejam parte de uma cidade inteligente, que vai ver tudo isso passar na proporção em que a vacinação crescer”, disse no vídeo.

Reabertura no pior momento

A partir desta quarta, o comércio pode reabrir em Curitiba das 9h às 19h de segunda a sexta-feira, mas está proibido de funcionar aos finais de semana.

Restaurantes e lanchonetes podem atender das 10hh às 23h de segunda a sexta-feira, inclusive com buffets, mas só podem atender nas modalidades delivery e drive thru nos finais de semana. O atendimento no balcão está proibido nos fins de semana.

Já as padarias podem funcionar das 6h às 23h de segunda a sábado. Aos domingos, podem abrir das 7h às 18 horas, com consumo proibido no local.

Mercados, feiras, material de construção funcionam das 6h às 23h de segunda a sábado. No domingo, atendem apenas delivery até as 23h.

52 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]