i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Ciência

Guarapuava coordena rede nacional de pesquisa genética e projeta “Vale do Genoma”

  • 28/10/2020 11:40
Hospital do Câncer em Guarapuava
Cancer Center, em Guarapuava, onde está o Idec.| Foto: Geraldo Bubniak/AEN

É no município de Guarapuava, na região Central do Paraná, que está se desenvolvendo um dos principais polos de pesquisa genética do Brasil. Em novembro do ano passado, foi inaugurado o Instituto para a Pesquisa do Câncer (Ipec), uma entidade filantrópica, sem fins lucrativos, que desenvolve pesquisas voltadas ao diagnóstico, prognóstico e tratamento do câncer e doenças de base genética, além de promover formação profissional especializada em medicina de precisão.

Receba as notícias do Paraná pelo WhatsApp

Até o final do ano, mais de 30 pesquisas sobre genética – não apenas humana, mas também nos campos de agricultura e pecuária – deverão ser iniciadas pelo Ipec. Mas os planos dos responsáveis pelo instituto vão além de se tornar uma referência em estudos da área. O projeto prevê a criação no município do Vale do Genoma – um polo de startups voltadas para saúde e genética, numa referência ao Vale do Silício, que reúne empresas de tecnologia em São Francisco, nos Estados Unidos.

O presidente do Ipec, David Livingstone Figueiredo, explica que, inicialmente, um grupo de empresas será convidado a se instalar na região. “Aqui elas terão o melhor ambiente para se estabelecer”, diz, observando que o instituto faz parte do Cancer Center, um complexo que abriga também o Hospital do Câncer, previsto para ser inaugurado em 2021. “A partir do momento em que teremos dezenas de pesquisas em andamento, a tendência é incentivar a criação de startups que trabalhem com saúde digital, inteligência artificial e genética. É algo que vai movimentar a economia também.”

Rede Genômica reúne 200 pesquisadores

Um dos primeiros passos para consolidação do Ipec como referência em pesquisa genética foi a criação da Rede Genômica, que reúne cerca de 200 pesquisadores e 14 instituições de ensino superior. Seu objetivo é desenvolver metodologias de análise em escala genômica aplicadas ao diagnóstico de doenças genéticas, em especial as doenças oncológicas.

Entre os estudos já iniciados por essa rede está o que investiga se há relação entre fatores genéticos e o desenvolvimento de formas mais agressivas da Covid-19 nos pacientes infectados. A pesquisa terá dois anos de duração, mas Figueiredo acredita que até o final do ano alguns resultados já deverão ser conhecidos.

Outro projeto que será desenvolvido pelo Idec visa estudar a diversidade genômica da população de Guarapuava. A pesquisa inédita pretende estabelecer bases científicas para implementação na cidade da medicina de precisão – método que busca oferecer tratamento individualizado para cada paciente, levando em consideração aspectos como genética, características biológicas e influências ambientais.

Para dar suporte a esses projetos, o Idec conta com uma estrutura física que inclui um sequenciador considerado um dos melhores aparelhos à disposição de cientistas do Brasil. Somente para aquisição desse equipamento, foram investidos R$ 7 milhões. A partir do ano que vem, todos os testes genéticos do Sistema Único de Saúde (SUS) deverão ficar a cargo do Idec. “Mais do que a estrutura física, temos uma estrutura humana, uma rede de pesquisadores que não se encontra nem nos grandes centros. Isso é inédito”, conclui Figueiredo.

3 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 3 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • Z

    Zyss

    ± 0 minutos

    Sem fins lucrativos. Agora mostra quantos milhões eles tem em contratos governamentais?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    Silvano Simões Rocha

    ± 5 horas

    Que maravilha! Conheço o Dr. David Figueiredo e sei da sua competência, Parabéns aos idealizadores e pesquisadores do projeto e a Gazeta do Povo pela divulgação.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • V

    VANDERLEI ANTONIO GALAFASSI

    ± 6 horas

    E UMA SATISFAÇAO E ALEGRIA, SABER QUE O MUNDO CIENTIFICO ESTA APOIANDO OS ESTUDOS NA CIDADE DE GUARAPUAVA, ISTO E PROGRESSO QUE NAO PODEMOS DIMENSIONAR O VALOR E A AMPLITUDE DOS TRABALHOS. PARABENS AOS CRIADORES DESTE INSTITUTO, POIS O BRASIL PRECISA TANTO DO DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIAS DE VANGUARDAS NA CIENCIA. A GAZETA DO POVO ,PARABENIZO PELA REPORTAGEM. VAMOS ACOMPANHAR O DESENROLAR DOS ACONTECIMENTOS DESTE IMPORTANTE PROJETO. VIVA GUARAPUAVA, E O PARANA NAO PODE VIRAR AS COSTAS E IGNORAR ESTES HOMENS E MULHERES QUE ESTAO ACONTECENDO AQUI BEM NO CENTRO DO PARANA

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.