i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Covid-19

Falta de médicos e pressão para abrir o comércio: o coronavírus no interior do PR

  • Por Roger Pereira
  • 27/03/2020 19:06
Campo Mourão fica na região central do estado.
Campo Mourão fica na região central do estado.| Foto: Divulgação/Prefeitura

Não é só Curitiba, Londrina, ou Maringá. O coronavírus, aos poucos vai chegando em cidades menores do interior do estado. Já há casos (importados) em municípios com menos de 100 mil habitantes, como Campo Mourão, Paranavaí, Telêmaco Borba, Rio Negro e, até, Faxinal, onde moram pouco mais de 16 mil pessoas. Sem um hospital de referência em seu território e com poucos profissionais de saúde disponíveis, alguns municípios adotaram medidas mais rígidas que as impostas pelo decreto estadual sobre o funcionamento do comércio e a circulação de pessoas nas ruas e, agora, mesmo com a comoção da existência de pessoas doentes na cidade, começam sofrer pressão dos empresários locais pela reabertura dos estabelecimentos.

Receba as notícias do Paraná no WhatsApp

“Não é hora de afrouxar. Desde o início nós já sabíamos dos prejuízos, dos transtornos, mas ouvimos os técnicos para tomarmos a melhor decisão. Vamos continuar conversando com os representantes dos empresários e avaliando a evolução dos casos na cidade. Estamos fazendo isso nesse período de 14 dias, que segundo os técnicos da Saúde é o ciclo de maior contaminação. Quando vencer o decreto, na próxima semana, temos que avaliar como estará a situação”, disse o prefeito de Campo Mourão, Tauillo Tezelli, após uma carreata pedindo a reabertura do comércio na cidade, realizada nesta sexta-feira (27). O município tem dois casos confirmado da doença (de acordo com o boletim da Secretaria de Estado da Saúde de 27/3).

Outra prefeitura que resiste à pressão do comércio pela reabertura é Telêmaco Borba. Com um caso confirmado da doença, e com a paciente internada, a administração municipal reuniu-se com a associação comercial da cidade, na última quinta-feira (26), e ouviu cobranças sobre a situação econômica de empreendedores e trabalhadores do município. O fechamento do comércio foi mantido e uma nova reunião de avaliação agendada para a próxima quinta-feira, 2 de abril.

Já o prefeito de Paranavaí, Carlos Gomes, decidiu pela reabertura do comércio da cidade a partir de segunda-feira. “Fizemos um planejamento bem completo, de início ao fim, vendo até situação de funerária e onde enterrar os nossos mortos. Nos preparamos para o pior. Tivemos as suspeitas, causou-se comoção na população e sabíamos que, uma hora ou outra o primeiro caso ia se confirmar. Então tomamos uma medida inicial de isolamento, com fechamento do comércio, para a gente se estruturar. Conseguimos uma estruturação mínima, achatamos a curva de transmissão com essas medidas de isolamento que, até agora, foi um sucesso. Agora, vamos soltando aos poucos”, diz. “Com o pronunciamento do presidente, e vendo a situação dos autônomos e do comércio, não tivemos como segurar. Vamos reabrir o comércio na segunda-feira e vamos restabelecendo a normalidade gradativamente, para o risco de contaminação ser compatível com nossa estrutura. Depois de mais uma ou duas semanas avaliaremos a volta das escolas e, por fim, dos serviços públicos”, contou.

Estrutura e pessoal

A limitada estrutura de saúde é outra preocupação nos municípios do interior. Em Rio Negro, que hoje tem um caso com a paciente em tratamento domiciliar e isolamento, há, ao todo, quatro respiradores, aparelho de ventilação mecânica de UTI fundamental na recuperação de casos graves de Covid-19. “Estamos em campanha para a aquisição de mais quatro. Pedindo doações ao empresariado local, para que tenhamos leitos suficientes para nossos munícipes”, disse a coordenadora de epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde, Ana Paula Alves. Ela conta que o município também montou um plano de contingência, concentrando todos os casos suspeitos no Hospital Irajá Martins e determinando que os profissionais que atendem no hospital deixassem de atender em outras unidades de saúde, pra diminuir o risco de transmissão do vírus.

Ela contou que a paciente que testou positivo é uma mulher de 29 anos, que esteve em viagem a Curitiba e Balneário Camboríu. Segundo a epidemiologista, todos os cidadãos de Rio Negro com quem ela teve contato estão sendo monitorados, mas passam bem. “Essa é a grande vantagem do município do interior. Todo mundo se conhece, sabemos quem são as pessoas próximas a um caso suspeito e conseguimos isolar”, diz o prefeito de Paranavaí, contando que o município monitora 72 pessoas que estiveram com o paciente confirmado da cidade.

Já como grande dificuldade, o prefeito cita a disponibilidade de médicos. “Médicos e outros profissionais de saúde estão na linha de frente, têm maior risco de contaminação e, se apresentarem sintomas, precisam ser afastados por 14, pelo menos até que tenhamos os testes rápidos. Se um médico testar positivo, precisamos afastar toda a equipe dele. E nós não podemos perder um médico nesta guerra”, disse, contando que a prefeitura disponibilizou um hotel com 20 quartos para que os médicos que estão atuando na linha de frente não voltem para suas casas após o trabalho, evitando o risco de contágio a seus familiares. O prefeito conta que aprovou a contratação emergencial de cinco médicos, mas não conseguiu preencher todas as vagas. “Tínhamos um concurso vigente, chamamos 20 da lista de espera e nenhum se interessou. Abrimos, então PSS (Processo de Seleção Simplificado), mas alguns médicos vêm e acabam desistindo logo depois”. As prefeituras de Campo Mourão e Cianorte também estão com PSS para contratação de médicos e enfermeiros abertos.

9 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 9 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • A

    Armando

    ± 11 horas

    Farmacêutico alerta 'Estamos focando no coronavírus e esquecendo da dengue'

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcos Ctba

    ± 24 horas

    Tem especialidades que só agenda com minimo de 6 meses. Se for particular na bagatela de 600 a 100 a consulta dai tem encaixe. Uma Vergonha. O Governo tem de tratar de rever essa anomalias no sistema para frear o interesse de poucos em detrimento da sociedade.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcos Ctba

    ± 24 horas

    Durante anos CFM Conselho federal de medicina via politicos barrando novas faculdades de Medicina para manter o Statos Quo de medicos no mercado. Para não saturar de profissionais e Leia-se tambem de Enfermagem. Um tremendo absurdo. Melhor termos medicos sobrando do que faltando como é até hoje. Tem especialidades q

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • B

    Brasileiro

    ± 1 dias

    "Está rolando uma campanha para o bozo pular no esgoto, já que brasileiro pula e não acontece nada. #pulaBozo" Leia mais em: https://www.gazetadopovo.com.br/republica/medidas-do-governo-contra-contagio-coronavirus-economia/ Copyright © 2020, Gazeta do Povo. Todos os direitos reservados.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Maquiavel

    ± 1 dias

    Fechar o comércio não resolve nada é só servirá para quebrar a economia do país!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    4 Respostas
    • J

      JOAO CARLOS JOLY ASSUMPCAO

      ± 18 horas

      Quando vier a segunda onda do tsunami do corona, que é o econômico, e o caos e fome se instalar, vai aparecer o salvador comunista, acaba com as liberdades civis, e tudo vai acalmar na mídia que eles controlarão. Dai vai faltar mais pão, mas as notícias serão maravilhosas.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • A

      Ana Lucia

      ± 24 horas

      RPM: Então surgirá o esquerda para salvar as ovelhas do lobo mau. O pior do Brasil realmente e o brasileiro acostumado a ser capacho de comunista.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • R

      RPM

      ± 1 dias

      Em pouco tempo a maioria não terá emprego e nem o que comer.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • F

      Fritzen

      ± 1 dias

      Eu concordo. Mas que dá uma tensão, dá. Tudo o que fizermos parece ser uma aposta.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.