Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Ganhadores de janeiro do Nota Paraná posam com os cheques.
Ganhadores de janeiro do Nota Paraná posam com os cheques.| Foto: Prefeitura de Arapongas/Divulgação

O agricultor Sander José Agaci, de 40 anos, não tinha o costume de colocar o CPF na nota fiscal. Inscrito pela esposa Silvana no Nota Paraná em 2016, o cadastro ficou adormecido até recentemente. No primeiro sorteio de 2020, porém, concorrendo com 9 notas fiscais e 586 bilhetes, acabou levando o principal prêmio do programa: R$ 50 mil. A cerimônia de entrega foi realizada nesta quinta-feira (16), em Arapongas, cidade do grande felizardo de janeiro.

RECEBA notícias do Paraná pelo WhatsApp

Contatado pela coordenação do Nota Paraná, Sander não acreditou que tinha sido contemplado de verdade. A mulher, responsável também por pedir o CPF nas notas no nome do marido, ligou para o 0800 do governo para confirmar a bolada. Aí sim a ficha caiu. Agora, a dúvida é como será gasto o dinheiro. Sander pensa em usá-lo para comprar um trator para ajudar no plantio da soja. Silvana tem outros planos. Enquanto a definição não sai, o certo é que a boa notícia logo na entrada de 2020 mudou o pensamento do agricultor. "Agora não dá pra dizer que não acredito no Nota Paraná", brincou, com o cheque simbólico na mão e um largo sorriso.

O segundo prêmio de janeiro do Nota Paraná também saiu para o interior. Jéssica Rayara Pinho, de apenas 21 anos, é a paranaense mais jovem a embolsar um dos três principais valores mensais do programa. Com os R$ 30 mil que leva para casa, a moradora de Londrina pretende pagar o carro recentemente comprado do pai. Foi por uma mensagem enviada ao WhatsApp dele, aliás, que ficou sabendo que tinha sido sorteada. Ela, que trabalha há um mês em um supermercado, concorria com 8 notas fiscais, que renderam 14 bilhetes. Diz que vai usar a experiência própria para incentivar os clientes a cadastrarem o CPF nas notas fiscais.

Por fim, a terceira fatia, de R$ 20 mil, terminou no bolso de uma curitibana, moradora do bairro Xaxim. Maria das Graças Felizardo Gonzaga, aposentada, teve um dos seus 75 bilhetes contemplado. A quantia, conta, servirá como presente de aniversário - ela comemorará 63 anos na próxima semana. Na prática, o prêmio será usado para viajar.

Ao todo, o Nota Paraná já devolveu R$ 1,7 bilhão em créditos aos consumidores e R$ 172 milhões para entidades que atuam na assistência social, saúde, defesa animal, esporte e cultura. Estão cadastrados 2,9 milhões de CPFs e 178 mil entidades. O programa, que já contabilizou a emissão de 1,2 bilhão de notas fiscais, passará por uma série de mudanças em 2020, como você pode acompanhar nos links abaixo.

Como participar

Para receber de volta o dinheiro do ICMS e participar dos sorteios, é necessário informar o CPF na hora da compra. Além de um cupom pela primeira compra do mês, independentemente do valor, cada R$ 50 em compras - valor que subirá para R$ 200 a partir de março -, renderá um novo bilhete. Depois, é necessário se cadastrar no site do Nota Paraná e clicar em autorizar a participação no sorteio. O programa permite também pedir a nota sem a identificação do documento e fazer a doação para uma entidade filantrópica.

O participante pode ainda transferir o valor para sua conta bancária. O custo deste serviço é de R$ 1,81 (a partir da segunda transferência).

2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]