i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Funcionalismo

Sem prever despesas, projetos querem alterar funções privativas da PM no Paraná

  • PorRoger Pereira, especial para a Gazeta do Povo
  • 08/12/2019 13:00
  • Atualizado em 09/12/2019 às 16:55
Funções privativas da PM do Paraná estão em discussão na Assembleia Legislativa.
Funções privativas da PM do Paraná estão em discussão na Assembleia Legislativa.| Foto: Aniele Nascimento/Arquivo Gazeta do Povo

O governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), enviou, em caráter de urgência, para a Assembleia Legislativa, três projetos de lei que alteram as funções privativas de policiais dentro da estrutura administrativa, como os de comando e assessoramento das corporações, da coordenadoria de Defesa Civil e da Casa Militar.

RECEBA notícias do Paraná no WhatsApp

Os projetos estão na Comissão de Constituição de Justiça (CCJ), mas a tramitação não está tão célere quanto o governo desejava, porque a oposição questiona a ausência de previsão de impacto financeiro na medida. Na última terça-feira (3), o deputado Tadeu Veneri (PT), membro da CCJ, pediu vista em um dos projetos, justamente com essa alegação.

Em três diferentes projetos de lei, o governo pretende autorizar oficiais da PM a assumir a Casa Militar, sem, necessariamente, ocupar o posto de coronel (PL 884/2019); autoriza oficial da reserva a seguir atuando na coordenação da Defesa Civil (PL 899/2019); e autoriza que policiais que trabalham na Casa Militar possam receber a gratificação por função privativa de policial (hoje, eles recebem como função gratificada da Polícia) – PL 898/2019. Apenas o primeiro projeto já foi aprovado pela CCJ.

A oposição critica o fato de os projetos tramitarem em regime de urgência sem estudos sobre o impacto financeiro. O governo estadual alega que os projetos não trazem impacto financeiro porque apenas alteram nomenclaturas e forma de pagamento dos cargos. Na justificativa do projeto 898, o governo alega, inclusive, que a alteração causará uma economia de R$ 3.976,42.

O deputado Requião Filho (MDB) questiona, no entanto, que o projeto não aponta de onde serão transferidas as funções de gestão pública, “ao que se conclui que estão sendo criadas novas funções”. Segundo estudo apresentado pela consultoria da bancada de oposição, o projeto estaria, assim criando, 165 novas funções gratificadas, a maioria dentro da casa militar, com impacto financeiro mensal de R$ 281 mil, com os gastos do Estado com funções privativas de policial mais que dobrando, saindo de R$ 253 mil para R$ 534 mil.

“Não estamos criticando a possibilidade dos policiais militares perceberem melhores remunerações, visto que diariamente arriscam suas vidas para garantir a segurança de todos. Estamos criticando, sim, a tentativa do Governo do Estado de passar novamente uma lei que cria impacto financeiro, sem enviar os estudos necessários, desrespeitando a Assembleia Legislativa”, argumenta Requião Filho.

O governo justifica que a transformação de funções privativas policiais da Casa Militar irá atender às atividades já existentes (segurança aproximada do Vice-Governador, transporte aéreo de autoridades, transporte aéreo em apoio a Central de Transplantes, segurança das instalações externas do Palácio Iguaçu e atividade de inteligência) e as que estão sendo criadas, como é o caso o Núcleo de Controle Interno. “Ainda, cumpre ressaltar que a presente medida, em absoluto, não causa qualquer impacto orçamentário e financeiro, ao contrário, o valor da verba transitória permanece inalterado”, sustenta a justificativa do projeto.

Funções privativas de policial são cargos de confiança exercidos por policiais dentro da estrutura do Executivo do Estado. Os cargos vão desde auxiliar de segurança a chefe da Casa Militar ou Comandante da Polícia Militar ou do Corpo de Bombeiros. Para isso, além do soldo referente ao posto ocupado, previsto na tabela de remuneração dos policiais, e de eventuais vantagens garantidas na carreira, o policial designado recebe uma gratificação que varia de R$ 912 a R$ 6 mil, em nove diferentes níveis.

Nesta segunda-feira (9), a Casa Militar enviou à liderança do governo na Assembleia e à Gazeta do Povo, em resposta a esta reportagem, explicações sobre a reestruturação das FPPs, esclarecendo que não está criando novos cargos (está, até, extinguindo) e tampouco gerando impacto financeiro.

8 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 8 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • L

    Luiz E Hunzicker

    ± 0 minutos

    No contra cheque do PM faz tempo que não existe o Soldo, já que a colcha de retalhos foi substituída SUBSÍDIO. Foi então criada a gratificação de representação que contempla oficiais e praças que exercem cargos de comando.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • C

      CARIJÓ

      ± 5 horas

      Não há impacto né ?!, então paguem o nível 11 para policiais civis que fizeram concurso, cuja exigência foi o 3º grau completo.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • M

        Maquiavel

        ± 14 horas

        Quando que o rato vai começar a governar?? O ómi só viaja...

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • N

          Neanderthal

          ± 16 horas

          Gratificação somente para os indicados os outros o amargor das ruas

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • D

            delvaloil de frança costa

            ± 17 horas

            Que Projetos ******s, sem nexos qual o motivo para tal. O que da a entender essas mudanças em duas coisas são: a primeira ´e que ele possa nomear um Major para Chefe da Casa Civil, e a outra é que o Oficial reformado possa ter uma função gratificada no governo. Por outro lado ele quer oferecer função gratificada apenas para os policiais que trabalham na Casa Civil, os demais que trabalhem, trabalhem sem o reconhecimento do governo e do Comandante,

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • D

              delvaloil de frança costa

              ± 18 horas

              Qual o motivo do RAtinho querer mudar funções dentro da Corporação ? Não tem o por que de tal atitude. O que ele precisa ver e rever na estrutura da Corporação ele não faz, por outro lado, o Comandante sabe o que é preciso fazer, arrumar organizar reorganizar, para que a Corporação possa desempenhar o seu papel diante da sociedade, oferecendo serviços melhores é tal fácil, e não vai gastar nada a mais . Porem não faz, e com isso quem sofre para desempenhar a função é o Policial que trabalha descontente, sem animo e sabendo que o seu futuro dentro da corporação e obscuro e sem esperança de dias melhores. É isso Ratinho, é isso Comandante da Policia que precisa ser visto e revisto,

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • V

                Vitorino

                ± 19 horas

                Ei fala baixo, que essa é a restruturação da carreira aqui no Paraná.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                Fim dos comentários.