i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Home office no litoral

Com pandemia, paranaenses “se mudam” para praia e cai a oferta de imóveis para alugar

    • Maria Eduarda Lass, especial para a Gazeta do Povo
    • 28/11/2020 19:00
    Com pandemia, diminui estoque de imóveis para alugar no litoral
    Com pandemia, famílias trocam viagens longas por férias no litoral paranaense.| Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

    O estoque de imóveis disponíveis para locação durante as festas de final de ano e a temporada de verão, no litoral paranaense, está menor do que em anos anteriores. É o que aponta o Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Paraná (Creci-PR), que atribui o fato não apenas a uma grande procura pelas locações, mas, principalmente, pela baixa disponibilidade de casas que costumavam ficar vagas nessa época do ano.

    Receba as principais notícias do Paraná por mensagem, no smartphone

    Segundo o Creci, em um ano afetado pela pandemia de coronavírus e rodízios no abastecimento de água, muitas famílias curitibanas que têm imóveis no litoral decidiram fugir das aglomerações e da estiagem, preferindo passar os meses de isolamento, ou de home office, nas praias paranaenses. E, aparentemente, elas pretendem ficar.

    “A carteira de imóveis disponíveis para locação na temporada baixou em praticamente todo o litoral. As pessoas que normalmente viajariam para mais longe, como o nordeste, estão preferindo permanecer por perto”, afirma Valdemar Marques, delegado da Regional do Litoral do Creci-PR. “Mas mesmo os imóveis disponíveis nós temos reservado com certa parcimônia, já que é difícil de antecipar qual será a situação da pandemia durante as festas e a temporada”, diz.

    Como os decretos que autorizam ou proíbem o acesso às praias, restaurantes e bares do litoral podem ser revistos a todo momento, conforme a evolução da pandemia na região, as imobiliárias têm criado novas cláusulas contratuais para dar certa garantia a quem procura um negócio. Entre as possibilidades está o reembolso de parte do valor pago pelo aluguel, caso seja decretado lockdown, ou a concessão de um crédito do valor pago, para que o locatário possa utilizar em outro período.

    “Estamos também tomando um cuidado especial com a limpeza e assepsia dos locais alugados entre a saída e entrada dos clientes, dando espaço de pelo menos um ou dois dias entre aluguéis”, afirma Marques. Ele lembra ainda que, embora o setor acredite que as praias e serviços terão acesso liberado durante a temporada, nos condomínios, as áreas comuns, como piscinas e parquinhos, devem permanecer fechados.

    Ainda de acordo com o conselho, embora não haja um levantamento exato do número de vendas, o interesse por adquirir um imóvel no litoral também cresceu desde julho. “Tivemos boas vendas entre todos os perfis, de R$ 150 mil a R$ 2 milhões”, diz Marques. Ele afirma ainda que os aluguéis por mês também cresceram: “Muita gente veio fazer home office aqui, pois temos internet, mercados, farmácias. Muitos idosos também preferiram fugir do burburinho da cidade”.

    Setor de serviços está apreensivo

    A temporada de verão é o principal momento para o faturamento de restaurantes, bares e hotéis do litoral. A perspectiva de praias cheias, no entanto, é encarada com certa apreensão pelo setor. “Tem muita gente que não se cuida, então nossa preocupação é grande”, afirma Carlos Dalberto Freire, presidente da Associação de Hotéis, Pousadas, Restaurantes, Bares, Casas Noturnas e Similares do Litoral Paranaense (Assindilitoral).

    Na última segunda-feira (23) prefeituras das cidades litorâneas se reuniram com representantes das secretarias estaduais da Saúde e da Segurança, para discutir como será a Operação Verão em 2020. A ideia dos municípios é que o governo estadual uniformize as regras de lotação e funcionamento dos serviços na região durante a temporada. As tratativas, no entanto, ainda estão em fase inicial e não há qualquer confirmação de como será tratado o assunto por enquanto.

    5 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 5 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

    • E

      Emerson

      ± 5 horas

      Em ano de pandemia danada, a farofa e o milho verde na areia da praia poderá ficar prejudicada em 2020 e começo de 2021. Vamos aguardar os próximos dias para perceber se tal situação permanece ou se na véspera das festividades todos descem ao mesmo tempo a serra para aquela tradicional aglomeração de mercados trilotados e lotéricas megalotadas.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • M

        Marcos Ctba

        ± 8 horas

        Viagens mais riscos, mais lugares, mais aglomeração ,maiores as chance de ser contaminado. Quanto menos deslocar menor risco de espalhar o Coronachina.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • F

          F.Neto

          ± 16 horas

          O termo home office não é adequado. Adequado é dizer "trabalho remoto" pois a pessoa nessa condição não é obrigada a trabalhar em casa. Portanto, não há nada errado em ir para lugares mais seguros, pelo contrário, é bom para todos.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          1 Respostas
          • C

            CESAR MAURICIO PERDONSINI

            ± 7 horas

            Concordo plenamente, faço minhas atividades profissionais remotamente em minha casa no Litoral Paranaense. Mantendo o cuidado ativo!

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

        • V

          VBSB

          29/11/2020 11:06:06

          Boa sorte aos comerciantes do litoral

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          Fim dos comentários.