Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Paraná adota períodos de isolamento maiores do que os do Ministério da Saúde
| Foto: JONATHAN CAMPOS/GAZETA DO POVO

O estado do Paraná vai adotar orientações diferentes das estabelecidas pelo Ministério da Saúde para o isolamento de pacientes infectados pelo coronavírus. Enquanto a recomendação do ministério é reduzir de dez para cinco dias o isolamento dos pacientes assintomáticos, no Paraná esse período deve ser de sete dias. Já para quem está apresentando sintomas leves e moderados, o tempo de isolamento no Paraná deve ser de 10 dias, três a mais do que o recomendado pelo governo federal.

RECEBA NOTÍCIAS DO PARANÁ PELO WHATSAPP

A diferença entre os prazos, informou a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) nesta quarta-feira (12), foi adotada por conta da logística de testagem nos municípios paranaenses. Os prazos passam a contar a partir da confirmação da infecção determinada por meio de um teste RT-PCR ou de antígeno. O Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Paraná já foi comunicado da decisão.

“Estamos cumprindo a nova determinação do Ministério, porém, deixando de fora a recomendação de cinco dias de isolamento para assintomáticos, já que é muito difícil para os municípios promoverem esse isolamento de cinco dias porque teríamos que testar duas vezes, e hoje, a rede tem dificuldade para testar duas vezes num período tão curto”, declarou o secretário estadual de Saúde, Beto Preto.

A secretaria garante que, mesmo com as mudanças no tempo de isolamento, as medidas de prevenção contra a Covid-19 seguem sendo mantidas. Entre estas medidas estão o uso de máscaras, o distanciamento social, a ventilação de ambientes por meio da livre circulação de ar e a lavagem constante das mãos com água e sabão ou álcool em gel. Evitar o contato com pessoas que apresentam sintomas respiratórios também faz parte das recomendações da Sesa, assim como a vacinação.

“A vacinação tem sido fundamental. Sem ela, não teríamos chegado até aqui. Precisamos retomar os cuidados, caso contrário vamos ver nossos hospitais apresentarem grande lotação nos próximos dias”, afirmou Beto Preto.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]